As revistas da semana…

Veja: – Pedofilia. Quando o inimigo é da família. A Veja desta semana trata dos casos de pedofilia. Segundo a reportagem, a maioria dos molestadores sexuais de crianças tem a confiança das vítimas: são seus pais, padrastos ou parentes. Na edição desta semana, a Veja traz uma inédita entrevista com o deputado Clodovil Hernandes, que morreu na semana passada. Na entrevista, Clodovil falou da falta de ética dos brasileiros. Disse que a Câmara é reflexo da sociedade brasileira, um país onde as pessoas têm propensão à corrupção. Ainda na Veja, uma reportagem sobre a crise no Senado e a interferência do presidente Lula que pede aos principais líderes daquela Casa que cessem com as críticas e denúncias.

Época: – A fé que faz bem à saúde. Novos estudos revelam que nosso cérebro nasceu programado para acreditar em Deus – e isso nos ajuda a viver mais e melhor. Segundo os pesquisadores, o cérebro do ateu é diferente. Mas ainda não se sabe se, nessas pessoas, veio primeiro a mudança cerebral ou a falta de fé. Ainda na Época, quem é o brasileiro que traz esperança para a cura do Mal de Parkinson e é candidato ao Nobel. Também na revista, o software que ensina até cachorro a cantar.

Isto É: – O poder das emoções. Estudos comprovam que expressar sentimentos como raiva, alegria e afeto podem ajudar no trabalho e na família. As pesquisas apontam que as pessoas que guardam as emoções têm três vezes mais chances de ter problemas no trabalho, além de prejudicar a saúde. Na Isto É desta semana, uma reportagem revela que, mesmo sem direitos políticos até 2016, José Dirceu volta a ser o homem forte do PT e articula alianças para a campanha de Dilma. Ainda, o paraíso dos divórcios. A República Dominacana é o lugar onde casais se divorciam em cinco minutos.

Carta Capital: – Desemprego, a nova fase da crise. Desde 1957, uma recessão não provocava o fechamento de tantos postos de trabalho pelo mundo. O Brasil perdeu 730 mil vagas em cinco meses. Ainda na edição, o chefão da PF é acusado de tortura. O delegado Luiz Fernando Corrêa, diretor-geral da instituição, foi acusado de deter ilegalmente e torturar, à base de chutes, pauladas, socos e eletrochoques, a empregada doméstica Ivone da Cruz. E os blogs viram ferramenta para a circulação ilegal de músicas na internet e a indústria fonográfica abre fogo para combatê-los.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s