Professor abusa de menores

Um professor da região de Maringá foi preso. É suspeito de abusar de menores. A polícia não sabe dizer se as vítimas eram os próprios alunos. Material pornográfico produzido a partir dos abusos foi divulgado no Brasil e até na Europa.

O fato é assustador. É verdade que em todas atividades existem profissionais e profissionais. Não dá para dizer que todo educador é um potencial abusador de menores.

Entretanto, é preciso reconhecer que o professor está próximo demais das crianças e dos adolescentes. Isto garante acesso a uma relação mais íntima.

Mas é lamentável observar que pessoas que deveriam trabalhar para proteger a infância e a adolescência usem a atividade para a prática criminosa.

No entanto, é preciso reconhecer que desvios de conduta são inerentes aos homens.

Não se espera que um educador abuse de seus alunos.
Não se espera que um pai violente o próprio filho.
Não se espera que um médico abuse da paciente.

Abusos sugerem que falhou a rede de proteção. Nesse caso, só depois de cinco anos os crimes foram descobertos. Por que tanto tempo de silêncio?

Falharam os colegas, os diretores, os pais. Não conseguiram notar nada. Não conquistaram a confiança dessas crianças. Por que nenhuma delas denunciou?

Creio que o fato sugere a necessidade de aprendermos a lição. Temos que cuidar melhor de nossas crianças e adolescentes. Não temos como impedir que criminosos existam debaixo da pele de educadores, pais, médicos etc. Entretanto, podemos evitar que ajam por tanto tempo impunemente.

Anúncios

Iphone vai interpretar choro do bêbe

Danou-se… Um aplicativo para o Iphone promete fazer o que muitos pais não conseguem. Interpretar o choro da criança. E isto em apenas 10 segundos. Os criadores do aplicativo dizem que o choro do bebê é universal. São cinco apenas. Fome, sono, chateado, estressado ou incomodado. O “tradutor de choro” ainda deve dar dicas de como atender às necessidades das crianças.