Retirada de quebra-molas antecede retorno de acidentes e mortes

Lembro como se fosse hoje o dia em que a Secretaria de Transportes de Maringá foi “obrigada” a colocar quebra-molas no Contorno Sul – na entrada para o Residencial Cidade Alta. A situação era insustentável. Os acidentes eram recorrentes. E dias antes da instalação das lombadas, foi registrada uma morte. Por conta da legislação, a Setran relutava, mas foi vencida pela pressão dos moradores da região.

Pois bem… Hoje, os quebra-molas estão sendo retirados. Todos. No local, existem semáforos. Alguém pode dizer: “se tem semáforos, os quebra-molas são desnecessários”. Pelo menos deve ser isso o que pensa os representantes do Ministério Público, responsáveis diretos pela ação que obriga o município a eliminar as lombadas.

Mas ali os quebra-molas não são apenas necessários. São responsáveis pelo fim dos acidentes no local. Pouparam dezenas de vidas nos últimos anos. Mas agora estão sentido retirados. Sabe o que isto significa? A volta de lamentáveis ocorrências no local.

O Contorno Sul é uma rodovia. Uma rodovia que separa aqueles bairros da cidade. Quem trafega na estrada geralmente está em alta velocidade. Nem sempre respeita o semáforo. E aí não há tempo de se fazer nada…

Portanto, temos agora duas alternativas: a primeira, registrar a data da retirada dos quebra-molas e contar os dias para a volta dos acidentes. A segunda, instalar câmeras nos semáforos do Contorno Sul e placas informativas – com previsão de multas para avanço de sinal e velocidade acima do limite previsto para áreas onde há travessia de pedestres.

Detalhe, não há impedimento legal para tal medida. O Contorno Sul é de responsabilidade do município. Não é rodovia estadual, muito menos federal. Logo é questão de disposição política e eficiência.

Atualizado: Leia comentário de Angelo Rigon a respeito do assunto
Ronaldo, os quebra-molas poderiam ficar ali, sim, desde que a prefeitura readequasse altura e largura, conforme manda a lei. Infelizmente, a prefeitura ficou um ano enrolando (365 dias, incluída uma prorrogação) e agora que o prazo venceu e estão incorrendo em multa diária de R$ 1 mil apenas retirar, sem adequar, é mais rápido e menos custoso. Num país acostumado a desrespeitar leis, devemos cobrar governantes que fingem estar governando e não priorizam a vida do cidadão.

Anúncios

Homens conformados

O levantamento divulgado hoje pelo IBGE traz dados reveladores. Um deles me chamou atenção… Mais de 70% das separações não consensuais nascem do desejo da mulheres. Ou seja, são elas que pedem a separação. Isto sugere que os homens se conformam mais facilmente com o casamento. Mesmo quando a relação não vai bem.

A disputa entre Requião e Pimentel

Na política não existem convicções… Aliados de hoje são inimigos amanhã. Amigos ontem, adversários hoje. É o que acontece com o governador Requião e o ex-governador Paulo Pimentel. Amiguinhos no passado recente, estão duelando em público.

Requião foi o principal estimulador da candidatura de Pimentel ao Senado, em 2002. O ex-governador perdeu, mas ganhou como consolo a presidência da Copel. Posteriormente, deixou a empresa numa situação ainda não explicada. Desde então o clima entre Requião e Pimentel é tenso. Até mesmo O Estado do Paraná deixou de ser suporte político do governador na capital.

Ontem, a briga ganhou um novo capítulo. Requião acusou Pimentel de causar um rombo de R$ 36 milhões aos cofres da Fundação Copel. O político e empresário rebate a acusação e aproveita o jornal para lembrar a maneira abusiva como o governador usa a TV Educativa do Paraná.

Quais serão os próximos capítulos? Só o amanhã poderá dizer…

Primeira leitura

Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário? (Mateus 6:25)

Bom dia… Ótima quarta-feira!