Alvaro não reconhece legitimidade de reunião que vai definir candidato tucano

Alvaro Dias está com medo de perder sua última chance de disputar o governo do Paraná. Logo agora que teria as eleições na mão. Na cabeça dele, caso saia candidato, mata as candidaturas do irmão Osmar Dias e do prefeito de Curitiba Beto Richa. Ou seja, entraria na disputa sem ter um grande adversário. E com a vantagem de ter a simpatia de parte do PMDB.

Mas as coisas não são tão simples. Alvaro não tem apoio do PSDB do Paraná. Beto é o preferido. E Osmar insiste em disputar.

Por isso, tenta colocar a cúpula do PSDB na briga. Quer que os tucanos paranaenses engulam o nome dele.

Tudo isto fica claro ao ler as declarações de Alvaro ao Terra Magazine. Ele alega que a reunião do Diretório Estadual do PSDB marcada para segunda-feira, dia 8, não tem validade. E vai mais longe. Diz que a reunião:
– não tem sentido,
– é imprudente;
– e não reconhece a legitimidade do diretório estadual de decidir qual será o candidato.

Alvaro sabe que, segunda-feira, nessa disputa entre o nome dele e o de Beto Richa, sairá derrotado. Além de perder o direito de disputar o governo, ainda terá o orgulho ferido. É muito para o senador e ex-governador. Para Alvaro, é uma afronta à sua honra perder a disputa para o jovem prefeito de Curitiba.

Um comentário em “Alvaro não reconhece legitimidade de reunião que vai definir candidato tucano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s