Como ajudar a criança a ter boas notas na escola?

O Questão de Classe desta quinta-feira tenta responder esta e outras perguntas a respeito do dia a dia de nossos filhos na escola. Nossa convidada é a mestre em Educação, Edna Delalibera. Ela destaca: os pais precisam participar. Este é o segredo. Os pais precisam checar a agenda da garotada, ver se estão fazendo a tarefa, dialogar com os professores, identificar se há coerência entre o conteúdo solicitado e as habilidades da criança… Enfim, não dá para exigir que a criança tenha bom desempenho se não demonstramos interesse pelo desempenho delas. E não é só cobrar. É preciso se envolver. Se envolver não significa fazer as atividades para o filho. Pelo contrário, deve-se auxiliar para que tenha autonomia. Porém, como dissemos, a criança não pode ficar isolada no processo de aquisição do conhecimento.

O Questão de Classe começa pode ser ouvido no site da CBN.

Anúncios

Tancredo Neves: 100 anos

A importância de Tancredo Neves para a reabertura política do país. Este foi o tema de uma outra entrevista que realizei hoje no CBN Maringá. Sobre o assunto conversei com o professor doutor em História Política, Reginaldo Dias. Afinal, hoje o ex-presidente completaria 100 anos.

Dias relembrou a participação histórica do político mineiro como oposição ao regime militar, sua capacidade de articulação, moderação e equilíbrio. Essas foram suas principais marcas. Embora nunca tenha sido um político revolucionário, era um homem que soube ser oposição mesmo num período em que não havia muito espaço para vozes contrárias ao governo autoritário dos militares.

Talvez por isso foi o nome que conquistou apoio até mesmo entre os militares para sucedê-los no poder.

Estadista que era, habilidoso negociador, nunca assumiu o cargo para o qual foi eleito pelo antigo colégio eleitoral. Para o povo, pesquisadores, analistas políticos ficou a pergunta: como seria o Brasil sob a presidência de Tancredo? Difícil responder, pois as demandas seriam as mesmas enfrentadas por José Sarney.

Ao finalizar a entrevista, Reginaldo Dias fez uma breve comparação entre Lula e Tancredo. Concluiu dizendo: “nestes últimos anos poderíamos dizer que Lula tancredou”. Isto em função do papel de conciliador assumido pelo petista na presidência da República.

Internet é extensão digital de nossa sociedade

A afirmação é do especialista em redes sociais, gerente de estratégias da Microsoft Brasil, Djalma Andrade. A gente sempre fala que a internet é mundo virtual. Não. Não é verdade. As redes sociais não estão isoladas do mundo real. O que se vive na internet tem consequências diretas sobre a vida das pessoas.

Por isso, para o bem ou para o mal, aquilo que experimentamos na rede vai impactar a nossa vida fora dela, pois o mundo digital é parte da realidade cotidiana. Acontece que muitas pessoas ainda não têm essa percepção. Por isso, sofrem as consequências reais de suas ações na rede.

Em entrevista à CBN Maringá, Djalma Andrade ainda destacou os cuidados necessários de segurança e privacidade, principalmente levando em consideração que boa parte dos usuários da rede são jovens.

As manchetes dos jornais de Maringá

O DIÁRIO: Sarandi e Paiçandu lideram crescimento
A população de Sarandi cresceu 76% nos últimos 18 anos, Paiçandu 66% e Maringá 39%. Em contrapartida, na área da região metropolitana, Doutor Camargo, Itambé e Iguaraçu encolheram até 31%. Segundo a socióloga Ana Lúcia Rodrigues, “a tendência (nesses municípios) é essa mesma: quem está encolhendo, vai continuar assim até desaparecer”.

HOJE NOTÍCIAS: Aeroporto dobra número de bombeiros
O aeroporto Silvio Name Junior, em Maringá, dobrou o número de bombeiros de plantão para o porte de aeroporto. Após notificação da Anac, Agência Nacional de Aviação Civil, a administração dobrou o efetivo: de nove para 18 homens. Eles começaram a trabalhar na última segunda-feira, dia em que a medida foi tomada. Com isso, a Anac pode voltar a autorizar novas operações como voos de maior porte.

JORNAL DO POVO: Saúde confirma 238 casos de dengue em Maringá
A Secretaria de Saúde divulgou ontem dados sobre a dengue na Cidade. Do início do ano até o dia três de março, foram registrados 238 casos da doença, com 1.031 notificados, sendo que no ano passado foram registrados 60 casos em Maringá.