Um milhão de livros serão digitalizados

Vi há pouco e vibrei:

– Itália faz acordo com Google para digitalizar um milhão de livros

Claro, não diz respeito diretamente a nós. As obras não são nossas, não estarão disponíveis em nossa língua. Mas mostra o interesse, inclusive do governo – já que se trata de um acordo com o Ministério da Cultura daquele país – de disponibilizar obras clássicas na rede.

Há muito conteúdo se perdendo… Obras preciosas, livros raros, material que a gente não tem acesso por não estar disponível para venda e nem existirem exemplares suficientes espalhados pelas bibliotecas.

É momento de superar os preconceitos, hábitos culturais e digitalizar esse acervo que faz parte do patrimônio cultural da humanidade. Pelo menos, ainda que não haja interesse de grande parte do público de consumir essas obras, não se poderá justificar a restrição ao acesso das mesmas.

Anúncios

Mais dinheiro para a UEM

Reitor da UEM recebe recursos do Estado para investir em infra-estrutura. Décio Sperandio assinou com o governo do Paraná a liberação de mais de R$ 5 milhões para a instituição. O dinheiro servirá para ampliar salas, departamentos e outras instalações. Ele reconhece que o dinheiro não é suficiente para pôr fim a problemas antigos da UEM – goteiras e infiltrações em alguns prédios, por exemplo, em ocasiões de muita chuva. Sperandio também falou à CBN Maringá sobre a intenção do governador Roberto Requião de transformar em política de Estado o projeto Universidade Sem Fronteira.

As manchetes dos jornais de Maringá

O DIÁRIO: Após bispo e deputado, prefeito é vítima de furto
Nos últimos três meses, três autoridades foram vítimas de furto em suas residências: o deputado Wilson Quinteiro, o bisco Anuar Battisti e agora o prefeito Silvio Barros. Neste ano já são 227 furtos registrados na polícia, mas só 1% foi elucidado.

HOJE NOTÍCIAS: Procon orienta pesquisar
Pesquisar preço é o mandamento na hora de comprar peixe no período da Páscoa. A variação de preço, segundo pesquisa do Procon de Maringá, pode chegar até 200% conforme o estabelecimento. Este ano, o preço médio de peixes e frutos do mar está mais barato em relação a 2009. Houve queda de 5,6% ao considerar a pesquisa feita em supermercados e peixarias do município.

JORNAL DO POVO: Paraná consolida liderança na produção de grãos
O Paraná consolida sua posição como maior produtor de grãos do país, e vai colher em 2010 um volume de 30,3 milhões de toneladas. O IBGE revisou sua pesquisa mensal sobre levantamento de safra realizada no mês passado e constatou que a produção paranaense será ainda maior. O levantamento publicado ontem aponta um aumento de 20% sobre a produção obtida no ano passado, safra que foi prejudicada pelo clima.