As revistas da semana

VEJA: – 12%. A conexão Bancoop/Mensalão. “Ele cobra 12% de comissão para o partido”. Uma testemunha-chave da Justiça revela como o tesoureiro João Vaccari Neto desviava dinheiro grosso para o mensalão. Ele seria o tesoureiro da campanha presidencial de Dilma Rousseff. Ainda na edição, o que contam os pacientes que voltaram do estado de inconsciência profunda; e a vitória exemplar do Brasil contra os Estados Unidos na Organização Mundial de Comércio.

ÉPOCA: – Os bilhões de Eike. A vida, os negócios e os conselhos do brasileiro que entrou na lista dos dez mais ricos do mundo. Ele sustenta: o brasileiro precisa acabar com o complexo de vira-lata. No Japão, os robôs cozinheiros já são uma solução para servir – e entreter – uma clientela numerosa. Ex-preso político, o presidente Lula choca ao condenar protestos de dissidentes cubanos. Por que a leniência com a ditadura dos irmãos Castro enfraquece o Brasil.

ISTO É: Tudo sobre o julgamento dos Nardoni. A reportagem faz um mergulho na cabeça e no cotidiano do casal Nardoni, acusados de matar a menina Isabella, através da 600 correspondências trocadas por Anna Carolina e Alexandre no cárcere. Em causa própria: de olho nas eleições, o ministro Geddel Vieira Lima repassou quase 50% das verbas da Integração Nacional a prefeituras baianas. O furacão Joana Machado. Quem é e como se comporta a loira intempestiva que desestabiliza o artilheiro Adriano e pode afastar o Imperador da Copa da África do Sul.

CARTA CAPITAL: Um mundo de medos. Corrida armamentista, xenofobia galopante, terrorismo incólume, supressão de liberdades. É o planeta sem ideias e sem comando. Ainda na edição, a caça ao sexo feminino no Oriente. E a revista revela que o pré-candidato do PSDB, José Serra, é estranho no ninho tucano. Talvez desde sempre. Mas agora só lhe resta entrar na arena.

Anúncios