Questão de Classe: educação sexual

Hoje tem Questão de Classe. Na verdade, quando terminar de escrever este post, a CBN Maringá já estará apresentando o programa gravado com o doutor em Psicologia, Daniel de Freitas Barbosa.

Posso assegurar que foi um dos melhores programas que já gravei. Na verdade, tenho tido sorte. As últimas semanas foram maravilhosas. Tive um papo fantástico dias atrás com a psicóloga Angela Guedes. Esta carioca é surpreendente. Falamos sobre hábitos culturais e foi… demais. Apontamos que na busca da originalidade, a sociedade tem sido cada vez mais repetitiva e pouco criativa.

Também tivemos um bom papo com o maestro Rael Gimenes. Ele é maravilhoso. Trouxe pra gente composições que serviram de exemplo para discutirmos a relevância da música erudita. Ah… e ainda teve o programa sobre os pais superprotetores com a ótima Adriana Furlan.

Pois bem… Mas hoje o tema educação sexual. Dias atrás, a Câmara de Maringá discutiu um projeto que proíbe a venda das chamadas pulserinhas do sexo. O assunto foi votado e aprovado pelo Legislativo. A Secretaria de Educação do município também proibiu que os alunos apareçam nas escolas com as pulseiras. Hoje, poucos dias depois, o tema parece ter esfriado.

A grande pergunta que norteou nosso programa foi esta: será que por força de lei, o problema foi resolvido? Ou será que estamos apenas silenciando um debate fundamental: a ausência de educação sexual para nossas crianças e adolescentes?

Claro, o assunto é polêmico. Porém, você já deve saber a resposta. Proibir não muda nada. Apenas jogamos o problema para debaixo do tapete. O impulso sexual, os desejos, as vontades se revelavam com a “brincadeira” das pulseiras; amanhã, serão outras. A garotada é criativa; vai descobrir outras formas de expressar a sexualidade. O detalhe é, provavelmente, por falta de informação, de orientação, fará isto de maneira equivocada – às vezes, criminosa.

Lula está podendo…

Ele já foi chamado de “o cara”, tem cerca de 80% de aprovação popular, fala bobagens e a maioria acha graça do que ele diz… Estou falando do presidente Lula. E agora pode, de vez, ficar se achando. A Times colocou nosso presidente como o líder mais influente do mundo. É o primeiro. Obama, o quarto. Pode? São por situações como esta que Lula anda convencido que torna o poste Dilma Rousseff sua sucessora.

Atualizado: Houve uma leitura equivocada dos dados, precipitada. Lula não é o mais influente. Está entre os 25 mais influentes.

29/4: Notas do esporte

NOITE FELIZ
Foi apenas um gol… Mas o Flamengo venceu. No primeiro confronto das oitavas da Libertadores, o rubro-negro bateu o Corinthians. Mesmo jogando um homem a menos, o Flamengo derrotou o timão por 1 a 0. Gol de Adriano.

DECISÃO EM CASA
O São Paulo também teve um jogador expulson. Richarlyson perdeu a cabeça durante o jogo e prejudicou o tricolor. Mesmo assim, o São Paulo conseguiu manter o placar em 0 a 0 e vai decidir a vaga nas quartas no Morumbi.

FICOU DIFÍCIL
A noite do Internacional foi desastrosa. O Colorado perdeu por 3 a 1 para o Banfield. A equipe vai ter de vencer os argentinos por 2 a 0 para seguir na competição.

DEU GALO
E pela Copa do Brasil, o Santos foi derrotado pelo Atlético Mineiro por 3 a 2. Diante de um estádio lotado, Diego Tardelli deu show. Ele fez os três gols do Galo.

E MAIS…
O Vitória também venceu. Dois a zero sobre o Vasco. E hoje tem Palmeiras e Atlético Goianiense; Fluminense e Grêmio.

As manchetes dos jornais de Maringá

O DIÁRIO: – Região lidera em gripe e é vice na dengue
Com 330 casos confirmados desde o início do ano, a região é a campeã estadual em casos da gripe A. Na dengue, só Foz do Iguaçu está à frente de Maringá em quantidade registros. Em Maringá já são 998 casos confirmados de dengue.

HOJE NOTÍCIAS: – Maringá e região possuem mais de 1/3 dos casos de Gripe A do PR
O jornal também trata dos casos de gripe A. Segundo dados da Regional de Saúde, os 30 municípios registram 330 ocorrências da doença, superando Londrina, que liderava o ranking. O salto da doença aconteceu nos últimos 15 dias.

JORNAL DO POVO: – Cidade terá Feira de Empregos e Estágios
A PUC Paraná, campus Maringá, realizará entre os dias 30 de abril e 3 de maio, a I Feira de Empregos e Estágios. O objetivo é apoiar os acadêmicos da instituição na procura por estágio e emprego, estreitar a relação da universidade com a comunidade externa, em especial a empregadora. O evento também será aberto aos interessados que queiram entregar currículo ou se cadastrar em alguma das empresas participantes.