Regras semelhantes, pessoas diferentes?

Talvez a frase que mais ouça da boca de meu filho seja:

– Isto não é justo.

Não sei por qual razão, mas desde muito cedo ele tem um senso de justiça que chega a incomodar. Os questionamentos vão desde a divisão de um pedaço de bolo, passando pela mesada até coisas mais complexas – as atitudes das pessoas, por exemplo.

Costumo brincar que nem tudo é uma questão de justiça apenas. Há muita coisa que se tem por méritos, mas nem tudo se resume a uma conta exata.

Mas… vamos diretos ao ponto. Essa introdução, tipo “nariz de cera” (coisa de jornalista, ok?), é para tratar sobre justiça e dar o exemplo.

Hoje pela manhã, li o tweet de uma aluna. Ela questionava o fato de alguns educadores exigirem o cumprimento de prazos, mas não entregarem as notas na época combinada.

Brinquei com ela:

– Isso não vale para mim.

Mas fiquei pensando na profundidade do que essa estudante escreveu. Será que as regras são diferentes? Que exemplo dou como educador quando cobro meu aluno que tenha determinados comportamentos, mas minhas ações me contradizem?

Será justo cobrar prazos, mas, quando sou eu quem deveria cumpri-los, atropelo as regras? Será que o fato de estar, hierarquicamente, numa posição superior, me dá tal direito?

Bem, primeiro não gosto muito dessa ideia de que o professor está acima do aluno. Mas isto é assunto para um outro post. O que vem à mente é aquele ditado popular:

– Faça o que eu mando, mas não faça o que eu faço.

Isto acontece muito na educação dos filhos. Não é raro observar pais corrigindo os filhos por mentirem, mas eles mesmos não pensam duas vezes quando o telefone toca e do outro lado da linha há alguém indesejado.

– Diga que não estou.

Na verdade, nossas ações dizem muito mais que nossas palavras. Claro, todos falhamos. E por isso defendo a necessidade de desenvolvermos a tolerância. Não devemos cobrar das pessoas aquilo que não podemos cumprir. E se o fizermos, precisamos ter humildade para reconhecer que por vezes também falhamos. É natural, humano. Por isso, ter a capacidade de ser flexível diante dos erros dos demais é se reconhecer como igual, incapaz de ser sempre perfeito.

Anúncios

5 comentários em “Regras semelhantes, pessoas diferentes?

  1. Caro Ronaldo,
    Que bela reflexão você fez sobre a questão lançada por sua aluna!
    É assim que todos, em diferentes funções e posições, deveriam fazer sempre, olhando primeiramente para si próprio.
    A-mei!

    À propósito, você é boomer, X ou Y?

    abraço carioca

  2. Quando se é responsável em casa, sendo exemplo para os filhos, o cumprimento das obrigações no âmbito profissional será, automaticamente,um reflexo!

  3. Essa sua aluna deve ser fantástica !!
    hahaha

    Brincadeiras à parte, foi exatamente com esse pensamento que fiz o questionamento. Justiça, hierarquia e, por que não, respeito.

    Obrigada professor.

  4. Fez bem em abrir essa questão.
    Já que citou a tal aluna e conseguentemente envolveu a educação, comentarei em relação a faculdade.

    A questão de datas, prazos e horários realmente é desigual. Nós, alunos, temos horários estipulados para início e término de aulas. O descumprimento acarreta em faltas e até afeta as notas. Um professor, se chega atrasado, sofre alguma conseguência? Sério! Não sei. As datas para a realização das provas são marcadas e o dia de anunciar o resultado, está agendado?

    Outro fato é sobre o uso de celular. A proibição quase não existe, mas se o aluno usa, é cara feia na certa. Se o professor é quem atende, só um minutinho que a aula já continua.

    As coisas são injustas mesmo e dentro de uma instituição de ensino não seria diferente. O poder dado a uma nomenclatura estabelece essa desigualdade. Mas acredito que, com respeito e boa conversa, a balança atinge o equilibrio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s