Só falta gastar

O presidente da Câmara de Maringá, Mário Hossokawa, questionou hoje sobre a aplicação dos recursos devolvidos à prefeitura no ano passado. Foram devolvidos mais de R$ 3,5 milhões. O combinado era que o dinheiro fosse aplicado em melhorias do Hospital Municipal. Até o momento, segundo ele, os recursos estão no banco. Não foram usados. A indagação de Hossokawa me parece justa. A Câmara economizou, devolveu o dinheiro, combinou para onde deveria ser destinado e agora quer ver os resultados.

Banda larga garantida. E de graça

Se a Finlândia já é exemplo para o mundo no combate a corrupção, no modelo de educação, agora se torna referência na democratização do acesso à internet. O país foi o primeiro do mundo a aprovar uma lei que garante banda larga para todos os cidadãos. É um compromisso do país assegurar velocidade mínima de 1 megabyte por segundo e, até 2015, 100 megabytes por segundo.

O governo filandês entende que a internet já não é mais diversão, entretenimento. Pelo contrário, exerce um papel fundamental na vida das pessoas.

Melhor que isso, impossível.

Enquanto isso, por aqui a gente paga caro pela banda larga e a qualidade está longe de ser das melhores. Sem contar que as empresas de telefonia desrespeitam os usuários, cobram quanto e como querem e, embora campeãs de reclamações no Procon, nada acontece.

Beneficiários do Bolsa Família rejeitam curso na área da construção civil

Hoje abri uma discussão com os ouvintes na CBN Maringá sobre um fato lamentável. A Secretaria de Assistência Social abriu curso na área da construção civil. O público alvo era os beneficiários do Bolsa Família. Resultado? Sobraram vagas. Pouca gente se interessou pelo curso. Detalhe, o setor da construção civil está aquecido e há muitas vagas.

Ou seja, falta mão de obra, mas esse pessoal – que precisa dos programas assistenciais do governo – prefere não se profissionalizar a ter de botar a mão na massa.

As manchetes dos jornais de Maringá

O DIÁRIO: – Até que enfim!
O jornal traz a definição do cenário político no Estado do Paraná para as disputas pelo Governo e Senado. Beto Richa, do PSDB, terá Flávio Arns como vice. Osmar Dias será candidato ao governo. Mas o vice, segundo O Diário, segue indefinido. Para o Senado, a chapa de Beto Richa terá Ricardo Barros e Gustavo Fruet; na chapa de Osmar, Gleisi Hoffmann e Roberto Requião disputam as vagas.

HOJE NOTÍCIAS: – Osmar dias decide disputar o governo
O senador Osmar Dias definiu que será candidato a governador liderando aliança PDT, PT e PMDB. Foram três meses de idas e vindas, boatos e anúncios que não se concretizaram. O sim do senador alterou o cenário político estadual e encerrou, de vez, a pretensão do senador Alvaro Dias de ser candidato a vice de José Serra.

JORNAL DO POVO: – Justiça cassa mandato do vereador John Alves
Em julgamento realizado na última segunda-feira, a 4a Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná cassou o mandato do vereador João Alves Corrêa, ex-presidente da Câmara de Maringá, por conta da compra superfaturada de laptops, ocorrida há pouco mais de cinco anos. O caso foi denunciado, pois cada notebook, que poderia ser comprado por R$ 4,6 mil, acabou custando R$ 10,8 mil, pagos antes da entrega.