Em defesa de Felipe Melo

Adoramos apontar um culpado. É da nossa natureza. E, na eliminação do Brasil, ao que parece Felipe Melo será o responsável por deixarmos o Mundial da África do Sul. Ainda não encontrei ninguém que o defendesse. Então, vou propor uma breve reflexão: o volante se auto convocou? Ele obrigou alguém a colocá-lo entre os titulares? Claro que não. Logo, Felipe Melo, mesmo tendo falhado nos lances dos gols da Holanda e tendo feito por merecer as expulsões, não pode ser apontado como o culpado pela derrota.

Maquiavel, em O Príncipe (uma das obras de cabeceira do técnico Dunga), diz que o príncipe (o líder, o governante… o técnico, o presidente da CBF etc) é responsável pela escolha dos seus servos, daqueles que vão atuar em posições estratégicas. Segundo o pensador, quem governa responde pelo governo. Não pode transferir culpa aos subalternos. Afinal, estes foram escolhidos por ele.

Se Felipe Melo foi um desastre, o estrago poderia ser evitado por aqueles que o escolheram para defender a seleção. Ele falhou. Mas a torcida não pode crucificá-lo por não ser bom o suficiente para representar o time brasileiro.

O Brasil perdeu. E daí? Agora é que vem o melhor

Tudo bem… A gente queria que ganhasse. A torcida era grande. Mesmo com um time limitado, até se sonhava que o hexa seria possível. Pelo que jogou no primeiro tempo, a seleção merecia chegar às semifinais. Mas, o apagão do segundo tempo, custou caro ao time de Dunga. De virada, deu Holanda. Dois a um.

Mas, de verdade, agora vem o melhor. Gosto de mudanças. E, obviamente, essa seleção está morta e será devidamente enterrada. Vamos começar a pensar num novo técnico, novos convocados… Afinal, a próxima Copa é por aqui.

Não é legal pensar num time sem Felipe Melo, Gilberto Silva, Michel Bastos, Doni etc etc? Eu gosto da ideia.

Também sonho com o fim da “era Dunga” e o início de uma fase em que a criatividade volte a ser privilegiada. Num time que dependia unicamente de Kaká, sem grandes condições de jogo, parece-me que um técnico mais ousado será muito bem-vindo. O único problema: quem será ele?

Ansiedade pré-jogo

Hoje tem Brasil e Holanda. Será que nossa seleção sai vencedora? Já estou com “frio na barriga”. Tenho trauma de “quartas de final”. Lembro da eliminação diante da França (2006/1986), da Itália (1982)… Por outro lado, em 1994, a vitória por 3 a 2 justamente contra a Holanda abriu caminho para o Tetra. Então, é torcer, torcer e torcer.

As manchetes dos jornais de Maringá

O DIÁRIO: – Decretada prisão do atirador da Uningá
Antes de invadir a faculdade e atirar em colega da ex-namorada, Anderson Gargan foi na casa dos avós da garota e a agrediu. Justiça decretou ontem a prisão preventiva dele, que está foragido.

HOJE NOTÍCIAS: – Autoridades definem plano de segurança hoje
Autoridades definem na manhã de hoje quem serão os representantes do Gabinete de Gestão Integrada do Município. Uma iniciativa desenvolvida pelo Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania, o Pronasci, que vem sendo discutida há algum tempo em Maringá. O objetivo é combater o crime nos bairros de Maringá, sempre contando com o auxílio da população local.

JORNAL DO POVO: – Candidatos têm brecha para escapar do Ficha Limpa
O Supremo Tribunal Federal suspendeu ontem a primeira inelegibilidade resultante da Lei da Ficha Limpa. A decisão permite que alguns candidatos que estariam impedidos de disputar o pleito tenham garantido o registro de suas candidaturas.