Ainda por aqui

Estou fechando a semana e me sinto na obrigação de postar alguma coisa por aqui. Criei este blog para ser a expressão do que de fato sinto vontade de falar. Confesso que esta semana por duas ou três vezes me vieram ideias e senti vontade de escrever. Entretanto, o tempo simplesmente escapou. Não sei se o tenho administrado mal ou se te faltado disposição. O que sei é que a luta para manter um blog nunca foi tão intensa. A vontade de desistir tem sido maior que a de continuar. Curto estar na rede, manter minha página, escrever o que penso, me comunicar com as pessoas, mas não tem sido simples fazer isto. Por vezes, a tentação é dizer simplesmente "tchau" ou um "até breve". 

Tenho lido que os blogs estão condenados. Talvez isto também tenha mexido com minha motivação. Tuitar parece ser a onda atual. Tudo em 140 caracteres. Quem sabe, o Twitter veio mesmo para silenciar os blogs. E ainda tem o Facebook. Hoje, por exemplo, recebo muito mais comentários dos meus posts pelo Twitter e Facebook do que no próprio blog. É comum ver um post sem nenhum comentário, mas ver a repercussão do que escrevi nas outras redes. Quem sabe seja os blogs estejam mesmo condenados. Afinal, nada mais é duradouro. O que se vive num momento, deixa de existir no outro. E nem deixa saudades. 

Bom, pelo menos por aqui, enquanto minha interior prossegue, meus blogs continuam vivos. Talvez agonizantes, mas por aqui pra quem quiser acompanhar meus textos, reflexões e… indefinições. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s