Qual o foco da minha vida?

Esta é uma pergunta que faço regularmente. Faz parte do meu ato de
filosofar. Afinal, refletir é uma forma de filosofar.

Sabe, encontrar o foco da nossa vida não é tão simples. Às vezes, a
gente se pega fazendo tantas coisas que não sabe mais qual o destino
que desejamos. E esta é a grande questão: nossa prioridade momentânea
conduz o nosso destino.
Aquilo para o qual olhamos, dedicamos nossa
atenção, vai guiar nosso viver, pois todos nossos esforços estarão
concentrados naquele objetivo.

Muitos vivem tão desorientados que sequer possuem um foco. Outros
estão focados em coisas que esvaziam seus sentidos.

Quando o foco de nossa vida está errado, nossos dias são perdidos. E
lamentavelmente por escolhas erradas deixamos passar nossa vida,
perdendo-a por simplesmente não conseguirmos ver aquilo que
deveríamos.

Todos nós sonhamos, mas com o que sonhamos? O que é que mais desejamos
na vida? Aonde pretendemos chegar? Daqui a cinco, dez, quinze anos…
onde queremos estar? Fazendo o quê? Vivendo o quê e com quem?

Quando conseguimos responder essas perguntas fica mais fácil olhar
para o presente, avaliar nossa vida, aquilo que estamos fazendo e
concluir se o foco foi distorcido por, em algum momento, deixarmos de
entender o que de fato é viver, o que é ser feliz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s