Um adeus à OI

Fiz algo que há muito tempo tinha vontade: cancelei meu contrato com a OI. A operadora é herdeira da Brasil Telecom que, por sua vez, adquiriu a antiga Telepar. Era cliente desde 1998. Não tenho motivos para reclamar da qualidade do serviço. E quando falo em qualidade aqui, estou falando do serviço telefônico e de internet. Nunca fiquei na mão. Porém, no que diz respeito ao atendimento, a lista de aborrecimentos é imensa.

Antes da instalação da banda larga, havia tido pequenos problemas. Cobranças de algumas ligações que não fizemos, por exemplo. Porém, após solicitar o novo serviço, tive paz por muito pouco tempo. Esperei por quase um mês pela instalação e, após sucessivas contas cumulativas, com cobranças exorbitantes (chegaram a quase R$ 900), fui obrigado a recorrer ao Procon.

O problema foi parcialmente resolvido após seis meses. Mas nunca consegui me livrar totalmente de cobranças injustas – por serviços que nunca solicitei (secretária eletrônica, chamada em espera etc etc). Paguei isso tudo por mais de um ano para evitar novos aborrecimentos. Afinal, ligar para o 10314 é o tipo de coisa que se recomenda aos inimigos.

A gota d'água veio com minha mudança. Semanas atrás, mudei de endereço. Foi um sufoco conseguir atendimento para mudar o telefone e a net. Esperei por quase uma hora. Quando consegui, ouvi a promessa que meu número não seria alterado. Dois dias depois, o telefone estava instalado no apartamento. Mas com um novo número. Primeira decepção. A segunda veio logo em seguida. O telefone funcionava, mas a internet ficou no endereço antigo. A promessa era de que em mais dois dias estaria tudo resolvido.

Resumindo, depois de três semanas de espera, quase uma dúzia de ligações e protocolos, promessas de novos prazos para instalação, optei por cancelar o contrato com a OI. Nunca fui tão bem atendido. Incrível. Quiseram rever os valores e até me prometeram um técnico para colocar a banda larga em funcionamento no prazo de 24 horas. Cá com meus botões, queria saber por que não fizeram isto antes. Deixo a OI com a impressão de que as pessoas que nos atendem lá estão apenas pra fazer figuração. A empresa não respeita os clientes, atropela o código do consumidor e fatura, inclusive de forma questionável, alguns milhões com a cobrança de serviços que nunca foram solicitados pelos usuários.

Estou mudando para a NET. Vou ser feliz? Não sei. Diria que não confio em empresas de telefonia. Mas é uma tentativa. Talvez a nova empresa seja ainda pior. Pode ser. Mas vou testar. Melhor que insistir com uma operadora que já conheço e sei que não vai garantir o atendimento que o usuário merece.

Anúncios