Ninguém ama sozinho

Dia desses escrevi por aqui que as pessoas não amam na mesma intensidade. E por vários fatores; entre eles, a própria personalidade psiquíca do indivíduo. Pontuei que compreender as diferenças é fundamental para se preservar o relacionamento. Entretanto, também disse que tentar corresponder a expectativa do parceiro ou da parceira no jeito de amar, é um passo importante para fazer o romance permanecer vivo.

Costumo dizer que quem ama, cuida da relação. Não abandona. Não existe essa coisa de “uma vez conquistado para sempre conquistado”. Olhar as carências do outro e tentar satisfazê-las é uma necessidade diária. Quem ignora tal premissa aceita o risco de simplesmente deixar de ser amado – ou de ser substituído, substituída. Não quero aqui defender uma postura egoísta do tipo: “se ela não fizer tudo por mim, arrumo outra”. Ou o inverso. Nada disso. No entanto, ninguém se sente bem tendo a impressão que ama sozinho. Se a pessoa tem essa impressão, de que ama sozinho, e aceita comodamente tal situação, de duas uma: ou nunca soube o que é ser amado ou é inseguro demais.

Relacionamentos são feitos por duas pessoas – duas pessoas dispostas a construírem uma vida comum. Se isto não acontece, o relacionamento aos poucos vai adoecendo e os sentimentos morrem.

Lamentavelmente, isto ocorre frequentemente. Homens e mulheres, muitas vezes, preferem olhar para si mesmos, sentem-se cobrados quando o outro pede mais atenção, entendem ser um peso investir mais no relacionamento, acham mais cômodo agir como sempre agiram e até chegam acreditar que aquele amor está acima do que são capazes de viver. São pessoas que simplesmente abrem mão da felicidade.

Anúncios

15 comentários em “Ninguém ama sozinho

  1. Ronaldo , acabei de te descobrir e tenho a impressão de que vc me ajudará muito a superar algumas expectativas que construi no meu relacionamento. bjs

    1. Sempre será bem-vinda por aqui. Quando quiser, volte. E, de fato, o blog tem muitos textos sobre relacionamento. Se tiver dificuldades para encontrá-los, pode pedir socorro. Um abraço.

  2. Professor…muito lindo o texto…são palavras de quem entende do assunto…
    realmente…ninguém ama sozinho…
    bjuss professor

  3. É possível amar na mesma intensidade… Embora eu não ache correto medir amor…Pra mim só é possível saber se é sincero ou não, se tem intenções semelhantes ou não.. E o amor só da certo e só é mútuo quando ambos olham para a mesma direção e procuram caminhar juntos… não acho que o amor seja buscar agradar, mas sim um por si próprio, sendo o que é e como é, conseguir completar o outro…

  4. Oi Ronaldo.
    Rapaz, suas publicações são excelentes. Parabéns!!! Já estou ficando seu fã.
    Obrigado pela dedicação em nos presentear com suas publicações.
    Um abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s