Proposta original do PAS foi corrompida e o processo virou produto do mercado de ensino

Meu filho me entregou hoje um pequeno panfleto de um novo cursinho. Uma escola está abrindo turmas visando a preparação para o PAS-Processo de Avaliação Seriada da UEM. A proposta é oferecer aulas de Biologia, Física, Matemática, Química, Artes… e por aí vai.

Cá com meus botões, lembrei de um recente papo sobre o assunto. O PAS surgiu como alternativa ao vestibular; uma forma diferente de avaliar o aluno garantindo, ao final do processo, uma vaga na universidade para aqueles que tiverem o melhor desempenho ao longo de três etapas (três anos).

A ideia o tempo todo foi a valorização das escolas, do ensino médio e, principalmente, a promoção de mudanças na grade curricular dos colégios visando torná-la mais atual e em sintonia com as próprias exigências da universidade.

Entretanto, o que era uma excelente proposta se tornou mais um produto do mercado de ensino. Escolas criaram horários alternativos de aulas e vários cursinhos aproveitaram a oportunidade para ampliar o número de alunos com a oferta um novo serviço.

Diriam por aí: o mercado se adequou. Ou, foi a resposta do mercado ao PAS.

Concordo.

Entretanto, mais uma vez o aluno da escola pública será penalizado. Instituições privadas conseguem garantir aulas extras. E fazem isso inclusive como estratégia de marketing numa perspectiva dupla. Primeiro, ofertam o ensino médio com a promessa de preparação específica para o PAS; segundo, quando os resultados de aprovação começarem a surgir, não vão perder um único minuto e divulgarão quantos alunos conseguiram “colocar” na universidade.

O aluno da escola pública também tem dificuldade para pagar um cursinho. Ainda mais, um cursinho de três anos – uma espécie de reforço do ensino médio.

Como disse, não condeno a mercantilização do PAS feita por cursinhos e instituições privadas. Entretanto, penso que a UEM e as universidades públicas precisam pensar uma outra forma de selecionar seus alunos. Se há uma proposta social no ensino público em nível superior, deve-se propor algo do tipo: garantir um número “x” de vagas para cada escola. Ainda que na modalidade seriada, mas sustentando apenas uma disputa interna. Seriam os melhores alunos, mas por instituição. Gente boa ficaria de fora? Sim, mas quem não tem condições de buscar uma escola melhor não seria duplamente punido.

Reconheço que não existe fórmula ideal. No entanto, penso que o modelo precisa ser democrático, mas também fazer justiça social.

Um comentário em “Proposta original do PAS foi corrompida e o processo virou produto do mercado de ensino

  1. O programa de cada disciplina foi elaborado pelos Comitês PAS-UEM, respeitando as normas pedagógicas recomendadas pelas Diretrizes Curriculares e pelos Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio (PCNs), bem como a Lei Estadual 15918/2008, que exige dos candidatos, no processo seletivo para ingresso em cursos de educação superior no Estado do Paraná, conhecimento sobre história, geografia e atualidades do Estado do Paraná.
    De acordo a Resolução N.º 03/2011-CEP, em seu artigo 38 (trinta e oito) o conteúdo das disciplinas Artes, Filosofia e Sociologia serão aplicadas em todas as Etapas a partir de 2011.

    O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEP) da UEM, por meio da Resolução N.º 003/2011-CEP, aprovou alteração na prova de Conhecimentos Gerais do PAS-UEM, que, a partir de 2011, será “composta de questões de alternativas múltiplas, das quais pelo menos 50% devem ser elaboradas na perspectiva interdisciplinar e, a partir de programas apresentados pelos comitês de cada área, referentes às seguintes matérias do Ensino Médio: Artes, Biologia, Filosofia, Física, Geografia, História, Matemática, Química e Sociologia”.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s