Blogs e o monopólio da informação

O WordPress atingiu 50 milhões de blogs hospedados no sistema. É um número e tanto, né? É provável que vários estejam desativados. Outros tantos pertençam a uma mesma pessoa. Ainda assim são milhões de pessoas escrevendo, opinando, produzindo conteúdo.

Costumo repetir: internet é terra de ninguém. Todo mundo faz o que quer por aqui. E no Brasil ainda falta legislação para tratar dos abusos. Há muita mentira, informação errada. Entretanto, o fato de ser “terra de ninguém” é o que garante a liberdade para esses milhões de blogueiros. Blogueiros que usam o WordPress, mas também outros tantos sistemas disponíveis a todos aqueles que querem se expressar, interagir, informar.

Cá com meus botões fico pensando: sem a internet, quando teríamos a chance de permitir que um cidadão comum pudesse falar o que pensa e repercutir suas ideias no mundo inteiro? Claro, nem todo mundo tem sorte de encontrar eco as suas palavras. Porém, as mídias sociais – entre elas, os blogs – de alguma forma minaram parte da censura e até do monopólio da notícia.

Mais que um simples bom dia

Um bom dia pode ser simplesmente isso: uma expressão, um hábito, uma gentileza, um cumprimento. Mas pode ir além. Pode tocar. Quando dito com a alma, pode comover, ser tudo que alguém mais deseja.

Um bom dia pode ser resumido nessas duas palavras. Porém, pode vir acompanhado de algumas outras frases. E se estas frases forem tudo que o outro mais espera, pode fazer com que as horas não dormidas sejam esquecidas, o sorriso volte ao rosto, o que era cinza se torne colorido e seja renovada a vontade de viver – ainda que seja só por mais um dia.

Na segunda, uma música

Gosto de Gilberto Gil. Pela obra, pela ousadia, pela ideologia, pelo sorriso fácil enquanto canta. A fase em que suas músicas traduziam um manifesto político ficou para trás. Ainda assim, o ex-ministro nunca perdeu de todo sua vontade de, usando a música, fazer novas experiências. Mas nessa fase mais popular, muitas canções que caíram na boca do povo e foram muito tocadas nas rádios de todo o país. Uma delas é “Esperando na janela”, tema de um filme nacional. O ritmo e a letra encantam. Por isso, vale a pena compartilhar…