O que vale ser publicado?

É interessante como uma semana de férias muda nosso ritmo. Tem coisas que a gente faz no “piloto automático”. Quando desliga e fica um tempo sem aquela rotina, a impressão que dá é que precisa readquirir o ritmo. Escrever faz parte da minha lista de coisas que preciso fazer continuamente para não perder o hábito.

Ontem, por exemplo, apareci por aqui, compartilhei uma música. No twitter, escrevi uma ou outra coisa, mas me senti meio “amarrado”. Os assuntos parecem desinteressantes. Ou pelo menos não merecedores de serem divididos com os seguidores da rede.

Por sinal, o que realmente vale a pena ser publicado?

Ontem, retornei ao microfone da CBN e também à sala de aula. Ao apresentar o programa de uma das disciplinas, disse aos alunos que vamos discutir sobre “saturação da informação”. Ou seja, a proposta é mostrar que se produz tanta notícia que não damos de consumir tudo. E isso acontece porque vivemos sob a ditadura do novo. Não importa a relevância; importa ser novo, diferente, atual. E coisas do tipo…

Grávida, Letícia Birkheuer exibe celulite em praia francesa

Rodrigão ganha beijo de Adriana

… viram notícia.

Eu confesso que tenho dificuldade em usar o blog como muita gente usa. Até compartilho algumas coisas pessoais, uma futilidade ou outra, mas não dou conta de escrever algo que não tenha uma aplicação, ou seja resultado de uma reflexão. No twitter ou facebook, não vejo graça usá-los para dizer onde estou, o que estou fazendo ou para expressar um sentimento momentâneo.

Não quero que dizer que este jeito de usar as redes é a correta. De jeito nenhum. Cada um faz o que bem entende. Porém, num mundo de tanta futilidade, não consigo perder tempo lendo coisas vazias.

Talvez eu ande chato demais…

Anúncios

2 comentários em “O que vale ser publicado?

  1. Ronaldo, no mundo em que vivemos, onde o tempo é escasso, acho que devemos filtrar as informações. Assim só leio o que for me trazer algo de bom. Existem as notícias ruins mas necessárias, as bobas mas engraçadas, e as fúteis sem utilidade nenhuma. Estas últimas reprovo-as. Será que isso é ser chato. Se for, estou me tornando um também.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s