Na segunda, uma música

A escolha do artista desta segunda-feira é um tanto óbvia. Com a morte de Whitney Houston, não poderia compartilhar algo diferente.

Nessas mais de 100 segundas-feiras de música do blog, nunca trouxe aqui nada de Whitney. Apesar de me encantar com a voz e muitas de suas canções, a intérprete fazia parte daquela lista de artistas que tiveram o talento consumido pelas drogas.

Por conta disso, não tinha o mesmo brilho. Muitas de suas aparições mais recentes foram vexatórias. Nada lembrava os tempos de glória.

Talvez minhas melhores lembranças da cantora sejam de sua perfomance ainda nos tempos de “O guarda-costas”. O filme traz Whitney no grande momento da carreira. Sucesso de bilheteria, trilha sonora do filme entre as dez mais vendidas de todos os tempos e a música tema, I Will Always Love You, consagrada como a mais vendida de 1992 e a 6ª mais vendida de todos os tempos.

Hoje, ao homenagear Whitney Houston, compartilho a última música que considero relevante na carreira da americana, I look to you.

Gravada em 2009, a canção parece revelar o momento vivido pela cantora. Há uma espécie de súplica a Deus.

Ela diz:

O meu amor foi todo destruído (oh Senhor)
As minhas paredes caíram sobre mim

E Whitney continua:

A chuva está caindo
A derrota está chamando (me liberte)
Preciso de você para me libertar
Leve-me para longe da batalha
Preciso de você para brilhar sobre mim

Mas ao dizer “eu olho pra você”, a cantora encerra sua música num tom de esperança.

Quando as melodias se foram
Em você ouço uma canção
Eu olho para você

Vamos ouvir?

Anúncios

4 comentários em “Na segunda, uma música

  1. Excelente escolha hein Nezo…

    É uma pena que ela tenha ido para um caminho tortuoso. Eu sinceramente não compreendo o que leva uma pessoa tão rica a se drogar. Não que o dinheiro possa comprar a felicidade, até mesmo porque a felicidade ao meu ver é construída por diversos momentos de alegria, mas sim pelo fato de não enfrentar nenhuma dificuldade financeira. Se ser rico é ser infeliz, prefiro continuar pobre!

    Agora nos resta recordar o acervo que ela nos deixou com sua belíssima voz. Sem dúvida alguma, suas melodias românticas farão falta em um mundo onde o sexo é cada dia mais lembrado e cobiçado do que o verdadeiro amor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s