O papai matou a mamãe

A frase é de uma garotinha de quatro anos. Foi dita minutos depois de a pequena ter presenciado o pai esfaqueando a mãe.

O fato aconteceu em Maringá por volta do meio-dia dessa terça-feira de Carnaval. O pai da meninha, um jovem de 24 anos, brigou com a mulher, também 24 anos, e a matou. Depois de ter cometido o crime, pegou sua motocicleta, foi para a avenida Colombo e, trafegando na contramão, foi atropelado por um caminhão. Provavelmente, suicídio.

Ouvi essa história hoje pela manhã. Entretanto, só há pouco soube que tinha uma garotinha envolvida.

A pequena teria saído de casa, após o crime, a fim de pedir ajuda. Provavelmente, sem entender muito bem o que estava acontecendo. E sob fortes emoções.

Fiquei chocado. Por ser jornalista, estou acostumado com histórias dramáticas. Já desenvolvi um mecanismo de defesa e raramente me envolvo com os fatos. Entretanto, toda vez que tem criança envolvida, a coisa complica… Lembro dos meus filhos.

Eu não sei como vai ficar a cabecinha dessa garota. Ela perdeu a mãe e o pai. No mesmo dia. Ser criada sem os pais já é motivo para comprometer o desenvolvimento dela. Ter visto a morte da mãe, e pelas mãos do próprio pai, deve motivar um trauma difícil de ser superado.

Essa menina vai precisar de muita ajuda, compreensão, amor para superar as perdas e, principalmente, as cenas que assistiu. A avó, que ficará com a guarda da garota, terá de ser sábia. E entender que o episódio pode deixar marcas que vão aparecer apenas na adolescência ou na fase adulta.

No entanto, esse caso me faz refletir em algo que vai além da menina, do casal e das mortes brutais. Por que as pessoas têm filhos quando não estão preparadas para isso? Por que se unem sem maturidade para dividirem uma vida?

Eu não sei o que motivou a briga. Sei apenas que gente é bicho esquisito, complexo, pode perder a razão. Porém, matar é outra história. Pessoas emocionalmente imaturas não deveriam assumir relacionamentos. E quem aceita viver com alguém assim tem de entender os riscos que está correndo. Logo, não pode ter filhos.

Hoje, não faltam mecanismos para evitar uma gravidez.

O problema é que esse tipo de pessoa não tem capacidade de pensar, de lembrar-se que, quando tem um filho, torna-se responsável por uma outra vida. São pais que matam os sonhos, os futuros de seus filhos.

Lamentável. Ainda mais por notar que todas as contradições da sociedade nascem em famílias desestruturadas. O mundo paga um preço muito alto por ignorar o valor e as influências (para o bem e para o mal) das relações estabelecidas dentro de casa.

Anúncios

17 comentários em “O papai matou a mamãe

  1. Que notícia triste =\. Quando o assunto é ser humano a decepção é algo que parece andar pareado com as atitudes de muitas pessoas. Para muitos é extremamente incompreensível a falta de consciência do outro, o sangue frio, a insesibilidade. Fato é que o descaso de alguns sempre caem nos ombros de inocentes como o caso dessa menina, que sem entender o por que soube que o pai estava matando a mãe. Tenho fé que DEUS não abandona ninguém e não falhará com essa pobre criança, mas comove nosso coração de ver como a humanidade caminha desenfreada e inconsequente em tantas coisas na vida.

  2. Com certeza esse tal que cometeu este delito deve ser um desustruturado, sem estudos, vive num meio promiscuo onde só aprendeu a ser mal, por isso…como vc diz, como é importante as boas influencias, estar conectados com um povo inteligente, que nos transmite seriedade, companheirismo, onde cada palavra lida ou ouvida é um material bom que colocamos em nossa construção, e quando estiver pronta abrigaremos outras tantas pessoas que necessitam (de palavras amigas) é bem por isso que leio o seu blog parabens abraço no coração

    Wilson

  3. Gente estou chocada!! Eu não sabia desta história e acabei por ler agora enquanto espero o retorno de uma amiga no telefone!!! Sabe q eu sempre digo isso: quem não tem certeza se quer ter um filho, melhor não tê-lo. Pq já difícil ter uma criança quando a gente tem certeza, se houver dúvida…
    Ter filho é algo muito sério! Pq precisamos formar um ser humano melhor q a gente, com conceitos de tolerância mais apropriados a fim de que o mundo seja melhor. Disse isso outro dia em algum artigo seu q comentei…agora com uma criança assisitindo tanta barbaridade imagina o q será?!
    E mais lendo histórias como esta, meu coração sangra pq além de pensar na criança, penso naquelas pessoas q sempre quiseram ter filhos (ou pensam q querem) e ñ conseguem. Pq Deus permite tanta maldade? Realmente depois do dia cheio q tive hj ler uma notícia dessas me deixou ainda mais cansada…

  4. Alguns fatos são tão impressionantes que dispensam qualquer comentário.
    E a realidade que a sociedade em geral vive é muito complexa, o ser humano é complexo, imprevisível, em qualque nível social. As famílias estão sem direção. Isso acontece porque derrepente estamos em busca de de dar conforto, boa educação e formação de primeira pros nossos filhos, esquecendo de dizer-lhes que isso tudo é necessário, mas sem seguirmos o exemplo de Jesus, jamais seremos bem sucedidos.
    Pra fatos como estes, só tem uma explicação: FALTA DO AMOR DE DEUS.

  5. Depois de ler essa reflexão fiquei chocada e também chateada. Tenho uma filha de 2 anos e meio e o sentimento de mãe me fez entender o sofrimento de um filho. Mas ainda acredito que a formação vem de berço…não é apenas da escola ou faculdade…a família é base fundamental…e na vida dos pais da menina deve ter tido alguma falta de amor. Por isso sempre digo…AME E EDUQUE OS FILHOS!!!

  6. Você tocou no ponto principal de tantas tragedias desse tipo, que já se tornaram até comuns.O fato é que pra formar um família é preciso maturidade emocional de ambas as partes, e é a falta desta maturidade que tem sido o berço de grande parte dos problemas de nossa sociedade…É REALMENTE LAMENTAVEL!!!

  7. Muitooooo Triste, esta crianca tem familia? Tem avos ou tios? Queria adota-la…..Tenho uma FIlha de 7 Anos e nao consigo imagina-la passando por qualquer situacao dificil…..q Deus esteja c ela!

  8. Olá Ronaldo,
    Sou de Maringá, e estou completamente indignada e mto triste com a tragédia q se abateu sobre essa criança tão inocente! Tenho uma filha de 4 anos e não consegui ficar indiferente a esta historia… Vou pedir mto a Deus por este anjinho para que ela receba mto amor e compreensão para ultrapassar este trauma terrível!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s