Eu posso ficar triste

Quem disse que não? Não tenho direito de ter meus momentos de dor? Não posso ficar a sós?

Impossível não se fazer tais perguntas, principalmente quando o coração está doendo.

Vivemos uma espécie de ditadura da felicidade. A sociedade parece intolerante à tristeza. Exige-se um sorriso no rosto. Sempre.

As pessoas parecem ter perdido o direito de experimentarem a tristeza. É preciso estar bem.

Não, caríssimos. A dor tem que ser vivida. Se o coração foi ferido, é necessário viver o luto. O luto da perda, da ruptura, do afastamento, da morte.

O próprio Cristo, pouco antes de sua morte, angustiou-se. Ficou profundamente triste. E pediu aos amigos que estivessem por perto em seu momento de dor.

Ninguém dá conta de superar o sofrimento sem viver a tristeza em toda plenitude.

Permitir-se à tristeza não é admitir a depressão. Tristeza e depressão são coisas diferentes. Enquanto a primeira é um estado de espírito momentâneo, a segunda é um quadro patológico, uma doença das emoções.

Passamos por momentos ruins. Ninguém ganha sempre. Decepcionamo-nos, perdemos, somos abandonados, frustrados. Isso fere, magoa. E a tristeza toma conta.

Quando isto acontece, é preciso senti-la, vivê-la em sua intensidade. Se tiver que chorar, a gente chora; se tiver que se afastar, a gente se afasta; se carecemos ouvir a voz do silêncio, procuramos ter nossos momentos a sós.

É assim que elaboramos as perdas, decepções, abandonos e frustrações. Com o tempo, o coração se recupera e reencontramos motivos para sorrir.

Negar a tristeza é impedir a cura da alma.

Anúncios

4 comentários em “Eu posso ficar triste

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s