Relacionamentos são imperfeitos

Não há relações perfeitas. Relacionamentos perfeitos silenciam insatisfações. São apenas fachada. Sempre haverá diferenças e desejos não realizados.

O par perfeito não existe. Existe sim alguém com disposição para nos amar, apesar de nossos defeitos. Mas nunca haverá aquela pessoa que vai nos completar. Quando nos falta alguma coisa, a falta está em nós. Não será preenchida pelo outro.

Quase sempre, as decepções amorosas acontecem porque projetamos um modelo de relacionamento. Criamos uma imagem do marido perfeito, da mulher perfeita, da namorada ideal, no príncipe encantado. E, nos primeiros meses, ainda no período da conquista, ele até pode existir. Entretanto, o tempo traz à tona os conflitos e os “defeitos” se tornam evidentes, incomodando, magoando e, por vezes, fazendo desejar um outro alguém.

Talvez seja essa a principal razão das separações: nos decepcionamos com a pessoa amada. Ela não atende nossas expectativas.

A pergunta que esquecemos de fazer é: o problema está no outro ou está em mim?

Nunca nada e nem ninguém vai corresponder plenamente aos nossos desejos.

Boa parte dos desencontros amorosos seriam resolvidos se admitíssemos isso. Amamos, queremos ser amados, mas o outro é outro e também tem suas vontades. Ele não está na relação para nos servir. Está para dividir. E dividir significa partilhar, ceder, negociar…

A gente desenha o amor de nossa vida como aquele que vai te dar um abraço quando você estiver num dia péssimo. Acontece que ele também pode ter tido um dia ruim e estar com um péssimo humor.

Ela está lá querendo falar da mãe, da tia, das primas, do chefe, da faculdade e tudo que você quer é ir pra cama e fazer amor até amanhecer.

Você espera que em todo aniversário do primeiro beijo, do namoro, do casamento ele te surpreenda com um presente. Ele nem lembra de dizer: eu te amo.

E a lista de desencontros vai longe…

Às vezes, você encontra a mulher perfeita na cama: está sempre louca de desejo, pronta para o sexo. Porém, ao levar a parceira dos sonhos pra casa, não imaginava que junto estava uma ciumenta desvairada, pronta para fazer barraco na sua primeira olhadela para a mesa ao lado no restaurante. Muito menos que ela brigaria com sua mãe todas as vezes que se encontrarem.

Quando isso ocorre, uma parte da expectativa é frustrada. E o relacionamento entra em xeque. Alguns não resistem e preferem encontrar outra parceira. Talvez nela identifiquem a mulher mais gentil do mundo, porém, o sexo vai rolar uma vez por semana e olhe lá…

Não, essas não são características comuns das “calminhas” nem das “barraqueiras”. São apenas situações conhecidas nos relacionamentos e que evidenciam o óbvio: você nunca vai encontrar alguém com o “kit completo”. E o motivo é simples. Gente é gente. Não existe a “tampa da panela”.

Na vida, encontramos alguém que pode nos fazer bem, mas para a qual não podemos transferir a responsabilidade de nos fazer feliz. Seria exigir demais da pessoa. E relações que se baseiam na necessidade de que o outro seja aquele que completa estão condenadas a se frustrarem. Refletem egoísmo, nunca doação, amor verdadeiro.

Amores são imperfeitos. Mas podem ser vividos por quem se dispõe a ver o outro com os olhos do coração.

Anúncios

17 comentários em “Relacionamentos são imperfeitos

  1. Perfeito!!! Eu sempre achei isso. Por isso sempre brigo com a minha mãe q deixava eu ficar lendo aqueles contos de fada que acabavam em “Viveram felizes para sempre”… hj eu entendo q eles até viveram felizes pra sempre aceitando os defeitos do outro e se aceitando tbém. Mais sofri um bocado até entender…culpa do conto de fadas. rsrsrsrs Se um dia eu tiver uma filhA estará proibida de ouvir estas histórias. Brincadeira! + q elas ajudam, principalmente as mulheres a se iludirem e se decepcionarem eu ñ tenho dúvidas.

  2. Caro Ronaldo,

    Suas palavras refletem, infelizmente, o que aconteceu comigo… projetar no outro todas as expectativas e esperanças de felicidade, numa tentativa vã de encontrar o preenchimento para meus vazios e necessidades. Têm sido dias difíceis, mas de grande aprendizado: a nossa felicidade, a nossa realização dependem fundamentalmente de nós mesmos.
    Grande abraço e parabéns por sua sensibilidade.
    Fernanda

  3. Olá Ronaldo!!!
    Um tempo q não apareço hehehe.
    Mas, para assunto amor, além do que vc escreveu, acrescento c/ esse texto verdadeiro!!
    Abç

    O Amor, ao contrário do que se pensa, não tem de vir antes de tudo. Antes de estabilizar a carreira profissional, antes de fazer amigos, de viajar pelo mundo, de curtir a vida. Ele não é uma garantia de que, a partir de seu surgimento, tudo o mais dará certo. Queremos o amor como pré-requisito para o sucesso nos outros setores, quando, na verdade, o amor espera primeiro você ser feliz para só então surgir, sem máscara e sem fantasia. É esta a condição. É pegar ou largar. Para quem acha que isso é chantagem, arrisco-me a sair em defesa do amor: ser feliz é uma exigência razoável, e não é tarefa tão complicada. Felizes são aqueles que aprendem a administrar seus conflitos, que aceitam suas oscilações de humor, que dão o melhor de si e não se autoflagelam por causa dos erros que cometem. Felicidade é serenidade. Não tem nada a ver com piscinas, carros e muito menos com príncipes encantados. O amor é o prêmio para quem relaxa. As pessoas ficam procurando o amor como solução para todos os seus problemas quando, na realidade, o amor é a recompensa por você ter resolvido os seus problemas.
    — Martha Medeiros

  4. “Como é difícil ser adulto!” Sempre digo isso para quem me conhece. E seu texto veio de encontro a mais uma dificuldade. Parabéns pelas reflexões! Quando eu crescer, quero escrever bem assim… kkkkk brincadeiras a parte!

  5. Estou com um projeto de um blog “Leitura & Cia” e em breve postarei algumas coisas e compartilharei algumas postagens suas que você permitir!

  6. Bom dia Caro Ronaldo, Simplesmente fantastico. Que você nunca perca esta sensibilidade de expressar com as palavras e tocar a alma de muitas pessoas…. parabéns sou sua fã!!!! Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s