De gente boazinha demais, desconfie

Tenho medo de gente boazinha demais, gentil demais… Daquelas pessoas que sempre têm nos lábios um elogio, um sorriso, mesmo quando você sabe que não está merecendo.

Não se trata de uma regra, mas pessoas assim quase sempre são aduladoras de plantão. E todo adulador é um falso em potencial. Um amigo pronto para ser seu inimigo. Ou daqueles que te enchem de elogios, mas, longe de você, podem falar mal e até “puxar seu tapete”.

O mundo está cheio de gente assim. Infelizmente. Pode ser um companheiro de trabalho, um colega de faculdade ou mesmo alguém de sua família. Em geral, com o tempo, a máscara cai e você descobre que está diante de um “amigo da onça”.

O problema é que, carentes como somos, por vezes nos deixamos enganar. E por tempo suficiente para que o sujeito faça um tremendo estrago – emocional e, por vezes, até financeiro (se for alguém que atrapalha uma promoção no trabalho ou te tira um cliente etc).

Os aduladores de plantão quase sempre são movidos por dois sentimentos: inveja e insegurança. Por isso, conviver com gente assim é aceitar viver perigosamente. Afinal, invejosos quase sempre querem o que é seu e, se não podem ter, vão desejar que você também não tenha. E os inseguros, além de não aceitarem que você consiga certas coisas e eles não, necessitam provar que você também é tão frágil quanto eles.

Por isso, todo elogio, toda gentileza pode esconder uma certa hostilidade.

Como a gente gosta de ouvir palavras bonitas, gestos “nobres”, somos todos candidatos a vítimas dessa categoria de pessoas. Não existem muitos mecanismos preventivos. Até porque, se nos protegermos de todo mundo que se aproxima, vamos viver numa ilha. E gente precisa de gentes. Somos seres sociais, sociáveis. Entretanto, um pouquinho de prudência e de desconfiança não faz mal a ninguém. Como dizia minha mãe: “tudo que é demais, sobra”. Então, de pessoas boazinhas demais, que nunca te criticam, desconfie.

Anúncios

44 comentários em “De gente boazinha demais, desconfie

  1. Realmente, o mundo tem muito deles por aí!
    Mas, o mais chato mesmo é aquele que se diz ‘politicamente correto’ e fica enchendo o saco com tudo que é campanha nas redes sociais.
    Tem pessoas que levantam bandeira disso e daquilo, mas no fundo não acham nada, só querem aparecer, dizer que são engajados.
    um grande abraço, carioca

      1. Essa é realmente boazinha. Muita falta de educação, só vi maldade em suas palavras. Ótimo texto, já passei por isso e me dei muito mal.
        Abraços!

  2. BOSTA DE TEXTO. PENSO EU QUE O GRANDE FALSO AQUI DA HISTÓRIA É VC QUE PERDE SEU TEMPO ACHANDO QUE AS PESSOAS SIMPÁTICAS DEMAIS NO FUNDO SÃO FALSAS. E SABE PQ VC PENSA ASSIM? PQ NO FUNDO, VC ADORARIA SER TÃO OTIMISTA QUANTO NÓS QUE SOMOS “BOAZINHAS” O TEMPO TODO SOMOS. TEXTO LIXO, ME SENTI ABSOLUTAMENTE OFENDIDA, AFINAL SOU “BOAZINHA E SIMPATICA” TODOS OS DIAS E COM TODOS, PRINCIPALMENTE COM OS MAL AMADOS COMO VC. POIS NÃO HA COISA MELHOR DO QUE LANÇAR UM SORRISO PARA UM IMBECÍL QUE DESCONFIA DE TODOS. NA REAL, VC NAO CRÊ NEM EM VC MESMO MEU AMIGO. PASSAR BEM!

    1. È EXTAMENTE ESSAS PESSOAS “BOZINHAS” COMO VC QUE O RONALDO SE REFERIA! DEIXOU UM BELO EXEMPLO AOS LEITORES, QUEREMOS SIM DISTANCIA DE TODA ESSA BONDADE!!!

    2. Regiane, nem esquente. Pelo seu texto vemos que não é nem um pouco “boazinha”. Entenda que existe uma diferença entre uma pessoa realmente boa, simpática e uma pessoa falsa, que é a proposta do texto. Eu também prezo muito pela educação, bom relacionamento e valorização das pessoas, mas com sinceridade acima de tudo, então não me senti ofendido. Para ser simpático, um sorriso, por exemplo, já basta, não precisa se acabar em elogios descabidos. Além disso, neste espaço o autor coloca sua opinião, podendo haver discordantes. O seu ponto de vista, colocado de forma educada só enriquece a discussão.

    3. Querida Regiana, pela sua educação e interpretação do texto este texto não se refere a pessoas como você querida. Boazinha ? Certeza ?

    4. “… Quanto nós que somos boazinhas o tempo todo”. Nesse exato momento você não me pareceu tão boazinha assim, principalmente “com os mal amados como ele”. Será que suas palavras não condizem com seu discurso barato ou finalmente deixou a mascara cair????

  3. Oi, concordo plenamente com você, eu conheço várias pessoas assim, e eu detesto isso, pois sou muito franca, falo o que penso, e quase ninguém gosta de pessoas assim!

  4. RONALDO, VC EM OUTRAS PALAVRAS, REFERIU-SE O QUE A BÍBLIA DIZ: “MALDITO O HOMEM QUE CONFIA NO HOMEM.” POR ISSO RONALDO, MAIS UMA VEZ VC ACERTOU EM CHEIO COM ESTE TEXTO SIMPLES, MAS DE MUITA REFLEXÃO. UM ABRAÇO.

  5. Bom dia Ronaldo, esse texto é perfeito! Concordo pessoas “boazinhas,simpaticas” demais, temos sim que ficar de antenas ligadas. Já tive o desprazer de conviver com uma pessoa assim, ´r horrivel quando descobrimos que por tras dessa falsa imagem existe é uma cobra…Não existem pessoas boazinhas, mas sim pessoas de boa atitudes, boas ações. E Renan Zacarias suas colocações foram muito pertinentes.

  6. Que horror eu conheço pessoas assim no meu trabalho, que para conquistar amizades fazem docinhos, comidinhas e os pior não é isso é que ela pensa que as pessoas gostam dela, coitada chega a dar pena, mas fazer o que ela gosta de bajular.

    1. Mas o texto está se referindo a pessoas falsas que se passam por boas.

      Nesse caso que você falou, parece que essa pessoa está só querendo agradar mesmo. Não acho que ela seja falsa.

      1. No meu trabalho tem gente assim aos montes,sei que são invejosas e querem aprovação dos outros,tenho pena também.

  7. ESSA TEORIA ESTA PLENAMENTE ERRADA, POIS SER GENTIL E EDUCADO É INERENTE AO SER HUMANO!!! MAS… CADA UM DÁ O QUE TEM, JÁ DIZIA VELHO PENSADOR DO SECULO PASSADO!!!

  8. cuidado para não generalizar! E se a pessoa realmente estiver sendo boa, mas, fica irritada com o mau que estão cometendo contra ela? A maldade pode existir; mas; a bondade não pode? De fato, acredito que se deva ficar alerta em quem parece bonzinho tanto quanto as outras pessoas. Também existem pessoas que gostam de tornar a vida dos bonzinhos um inferno por puro prazer. Não esqueçam o caso de Abel e Caim, pois, o último não queria melhorar; ele preferiu destruir o irmão! No caso de Jesus, ele foi entregue por causa de inveja; pois; a sua bondade deixava transparente a maldade daqueles que o queriam morto.

  9. Eu quando iniciei a leitura, imaginei que iria discordar, pois eu me considero uma pessoa boazinha, se precisar de mim e solicitar minha ajuda, estou sempre pronto sem esperar algo em troca.
    E por incrível que pareça concordo sim, quando classifica como bonzinho, a pessoa bajuladora que adora tecer elogios, o que não é meu caso, e na verdade tenho medo dessas pessoas. parabéns pelo texto.

  10. Nossa!! Se todo mundo pensar como você, todo mundo vai odiar gentilezas e perseguir pessoas como eu e tentarem me destruir a qualquer custo.
    Gente!!! Estou perplexa!!!
    E agora o que vai ser de mim que amo ser gentil?
    Que adoro ser boazinha demais, gentil demais, e agora?
    Amo distribuir gentilezas, adoro valorizar as pessoas… E agora?
    Não vou mais poder fazer declarações carinhos porque pessoas como você acha que sou bajuladora?
    Meu Deus!!!!
    Como isso gente?
    Seu texto me matou porque sou tudo o que você descreveu, mas com amor de verdade.
    Amo o ser humano, adoro distribuir gentilezas e elogios
    Nossa!!! Seu texto mata qualquer pessoa que queira fazer o bem, que queira ser gentil…
    Podemos sim, ser gentil de verdade e ao extremo com a forca do amor verdadeiro
    Acaso não acredita no amor verdadeiro?

    1. Amor, verdadeiro vem de Deus que te abençoa todos os minutos da sua vida, da sua mãe que é gentil com vç te olhando nos olhos, isto é exemplo de amor verdadeiro, não de uma pessoa com ego elevado, que a qualquer momento pode te apunhalar pelas costas, não te conheço mas espero que esteja sendo sincera caso contrario esta enganando a sí mesmo!!!!

  11. olá a todos!
    nossa, postagem antiga já… mas mesmo assim, já que tem comentário de menos de um ano atrás, vou deixar o meu aqui também ;o)
    então, né, delicado esse assunto, sobre comportamento e tentativas de interpretar. de fato concordo que haja “bajuladores”, palavrinha que relaciona o gesto de gentileza a alguma intenção sombria, como tirar proveito de alguém. mas, e isso me pareceu que o texto não contempla, há sim gestos absolutamente desinteressados de consideração, de respeito, de reconhecimento, que são feitos com grande naturalidade e sem teleologia. existem pessoas que se alegram quando em ambientes saudáveis, onde as outras pessoas se sentem satisfeitas, belas, se cuidam, se esforçam. essas virtudes podem despertar afetos como a inveja, mas também a admiração. de modo que, sempre que reconheço tais traços nos outros, isso me inspira, e, elogiar e me mostrar solícita, são maneiras de agradecer por essas existências, que tanto me enriquecem. nem sempre quem nos enche de elogios quer algo de nós. muitas vezes pode estar apenas retribuindo as boas energias que uma pessoa que cuida bem de si emana.
    não sei se falo apenas por mim. notem como, assim como um ambiente perfumado, bem decorado, uma paisagem deslumbrante, um grande filme, nos fazem bem, uma pessoa também pode fazer. confesso que o elogio é o mínimo, seria bacana conseguir fazer mais do que isso, fazer algo por si próprio e pelos outros, mas, às vezes nossas limitações só nos permitem fazer isso, elogiar, e, descobri agora, correr o risco de ser interpretadas de maneira negativa. hehe isso me leva a desconfiar mais da prática de interpretar que de ser “boazinha” ;o)
    obrigada pela atenção. cuidem-se!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s