Fátima Bernardes e a aposta de sucesso que pouca gente quer ver

Faz uma semana que Fátima Bernardes estreou nas manhãs da Globo. Depois da estréia, o programa não ganhou nenhuma vez do SBT. Perde para os desenhos da emissora de Silvio Santos. Pelo menos por enquanto, a ex-apresentadora do Jornal Nacional só está fazendo bem para a concorrente. Nada de resultados numéricos para a emissora carioca.

Desde o primeiro programa, só vejo comentários a respeito das pautas fracas, da ausência de temas polêmicos, inovadores e dos resultados ruins no Ibope. Ou seja, nada muito empolgante.

Sinceramente, não gostaria de estar na pele da jornalista. Foi criada muita expectativa em torno do programa. Não sei se a direção da Globo também apostava tanto na audiência. Entretanto, especula-se muito e se fala sobre insatisfação com os números.

Eu não sou especialista no tema, porém não vejo o programa como um fracasso. Só mesmo os mais otimistas apostariam numa audiência fantástica no período da manhã. O público de tevê nesse horário está mais ou menos definido. Acompanhe o raciocínio… A molecadinha, que gosta de desenhos, com a mudança na grade da Globo, migraria para o SBT; e a emissora carioca brigaria pelo público adulto que estava noutras TVs e por mais potenciais telespectadores (e nem tem tanta gente assim disposta a ver televisão nesses horários). Mas nada muito significativo. Pelo menos, por enquanto.

Ao que parece, é isso que está acontecendo. E isso não é ruim. A Globo está apostando num novo espectador, que não era dela, formando um novo público. É uma aposta de médio e longo prazos. Insistir nos desenhos representaria apenas manter a audiência (e a Globo estava apenas brigando para manter os números com o público infantil, que não é nada fiel); esticar a Ana Maria Braga, seria jogar com uma imagem já desgastada e conhecida. Já a Fátima é o novo, que não deve gerar números expressivos agora, mas pode mudar o perfil da emissora carioca durante as manhãs. Sem contar que, do ponto de vista econômico, também há mais possibilidade de faturar com esse o público adulto. E TV é empresa, é negócio, tem que gerar renda.

Além do mais, a presença de Fátima Bernardes e seu programa podem não traduzir grandes pautas, mas significam mudança na qualidade da programação. Convenhamos, os desenhos da manhã estão longe de ser educativos e aposta num produto mais informativo sempre gera ganhos para o público. Nossa sociedade carece de informação. Talvez o “Encontro” não ofereça muita coisa, mas já é um avanço qualitativo nas manhãs das emissoras abertas no país. E isso ninguém pode negar.

Anúncios

3 comentários em “Fátima Bernardes e a aposta de sucesso que pouca gente quer ver

  1. Percebo que o programa trata de pautas voltadas para a sensibilização social que é a prática essencial do jornalismo. Ela ainda não está totalmente a vontade, o que é natural, não era esta a sua realidade, mas tem trazido o cuidado com a notícia sem sensacionalismo e tentando aliar entretenimento a experiência de anos de telejornal. Creio que pode ser um programa interessante, não excepcional, mas diferente e isso, especialmente em se tratando de TV aberta é um grande ganho!

  2. É verdade que o programa dela veio perdendo audiência, mais o que poucas vezes é noticiado é que esses números são referentes à cidade de São Paulo.Hoje mesmo li uma notícia de que em lugares específicos e no Brasil em geral, o programa dela é na verdade o líder de audiência no horário.

  3. Acho interessante a forma da jornalista lidar com os problemas sociais e as discussões apresentadas. Só acho difícil o horário que é de fazer almoço. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s