Por que a gente complica tanto?

Acho que a maturidade faz a gente ver a vida de maneira mais simples. Ou, pelo menos, faz a gente tentar viver de maneira mais simples. Nem sempre dá certo, mas pelo menos se esforça pra isso. O que não dá é pra ficar dando voltas e mais voltas se a gente já sabe qual é o destino.

E como a gente aprende com os erros da gente e dos outros, vez ou outra, acabo analisando o comportamento alheio. Acabo rindo sozinho de algumas situações e fazendo a famigerada pergunta:

– Por que a gente complica tanto?

Sim, nós complicamos. Alguns mais, outros menos… Mas todo mundo se perde um pouco diante da vida e complica o que não precisa complicar.

Se você está a fim de alguém, por que faz charminho durante tanto tempo para aceitar um pedido de namoro (desculpa aí, hoje ninguém pede, né…)?

Se, na intimidade de seu relacionamento, alguma coisa não está funcionando, por que não diz pro parceiro?

Se você quer convidar alguém pra sair, por que passa dias pensando nas reações da pessoa, sofrendo com a possibilidade do “não” ao invés de ir falar logo e ver o que acontece?

Se você sabe que vai ter de fazer um determinado trabalho, por que fica colocando obstáculo, reclamando, reclamando… ???

Se você precisa muito do favor de alguém, por que passa dias e dias pensando em como falar?

Por coisas que a gente acredita, por bloqueios que desenvolvemos ao longo de nossas experiências, acabamos complicando o que poderia ser simples. Tornamos a vida mais difícil. Na maioria das vezes, pra nós mesmos.

Quem cria complicações, perde oportunidades.

Esses bloqueios quase sempre são frutos de nossa mente. São inseguranças, medos. Fantasmas criados por nós mesmos ou originados em experiências mal sucedidas. E, se estão no reino da subjetividade, só a gente pode enfrentá-los. Um terapeuta pode até ajudar, um conselheiro experiente também. Mas nenhum deles vai botar a mão lá dentro de nosso cérebro e arrancar de nós aquilo que faz a gente travar diante de determinadas situações.

E dá pra descomplicar. Dá um pouco de trabalho… Mas é possível tornar as coisas mais fáceis. Claro, não é assim, como alguns dizem: “basta querer”. Tem um processo. É preciso confrontar a si mesmo. Olhar pra dentro de si, reconhecer o que está impedindo de fazer as coisas e enfrentar os próprios medos. Num passo de cada vez, é possível fazer uma caminhada. Só não pode ficar parado esperando que um dia tudo esteja resolvido. A vida não se resolve em passes de mágica; carece de atitude. De gente de atitude. Você vai conhecer o fracasso algumas vezes. Mas o fracasso não se sustenta diante de alguém disposto a lutar.

Anúncios

10 comentários em “Por que a gente complica tanto?

  1. Realmente descobri seu blog através da reportagem sobre “facebookxfantástico” e fiquei encantada com todas as matérias lidas.Não li todas,ainda,mas essa”porque a gente complica tanto?” me chamou atenção e achei muito interessante e útil.Fiquei fã de carteirinha de suas matérias e da maneira simples e direta com que escreve.
    Josi Pessôa
    Ilhéus/Ba

  2. muito interessante e importantissimo de muita qualidade e lição para quem quer se aprimorar,deixar seus medos e angustias e crescer na vida principalmente quando estamos vivenciando certas dúvidas.eu nunca deixo de ler seus textos eles fazem parte da minha vida obrigada ronaldo nezo.

  3. Oi Ronaldo! uma aluna postou seu texto no Face e li quase que “acidentalmente”… e compartilho da sua opinião sobre “descomplicar e enfrentar”. Gostei muito do seu texto! Abraços.

  4. Como nós gostamos de complicar, né?! Estou fazendo essa caminhada rumo ao descomplicar… É bem como você disse: um processo, um passo após outro e não livre do fracasso… Mas achei linda a última frase! “O fracasso não se sustenta diante de alguém disposto a lutar.” Amém!

    Também gosto muito de seus textos, Ronaldo! Simples, diretos, críticos e relevantes! Parabéns! E que Deus continue te usando, pois Ele está!

  5. Como nós gostamos de complicar, né?! Estou fazendo essa caminhada rumo ao descomplicar… É bem como você disse: um processo, um passo após outro e não livre do fracasso… Mas achei linda a última frase! “O fracasso não se sustenta diante de alguém disposto a lutar.” Amém!

    Também gosto muito de seus textos, Ronaldo! Simples, diretos, críticos e relevantes! Parabéns! E que Deus continue te usando, pois Ele está!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s