Vergonha é sentir-se mal pelo que a gente é

Tem coisas que a gente sente, experimenta… mas não entende muito bem por que acontecem. Vergonha, por exemplo.

Nunca havia parado pra pensar nos motivos que nos levam a ter vergonha. Entretanto, ao refletir sobre o tema, descobri algumas coisas. Mais que isso, entendi que, embora seja um sentimento natural, não seria normal em pessoas bem resolvidas.

Por que sentimos vergonha? Porque nos sentimos indignos. A gente só sente vergonha porque tem medo do julgamento do outro e já pressupomos que seremos reprovados, ridicularizados.

A referência que temos de nós mesmos é quase sempre o outro. Nos preocupamos com o que as pessoas pensam a nosso respeito.

Quando temos que nos expor, bate aquele frio na barriga, nos encolhemos e nos sentimos pequenos demais. Resumimos a combinação de sensações com a frase típica: “estou com vergonha”. Ou ainda, “ah… eu tenho vergonha de falar sobre isso”.

Às vezes, trata-se de algo íntimo. Falar sobre aquilo faz a gente achar que o outro vai pensar que somos ridículos. Previamente, já temos uma avaliação – inclusive da reação do outro – e entendemos que o que fazemos é feio, é de menor importância, é coisa de gente tola…

Se é algo sobre o qual pensamos, se é um trabalho nosso, algo que realizamos e somos desafiados a compartilhar, a mostrar… tentamos evitar, porque nos envergonhamos dos nossos próprios pensamentos, da nossa própria criação.

Na verdade, quem tem vergonha se vê como insignificante. Valoriza muito a opinião alheia e desvaloriza a si mesmo. A vergonha é sintoma de quem se sente indigno, de quem acha que mostrar-se resultará em desaprovação. É alguém que quer ser amado, aceito, mas entende que um único movimento em falso poderá colocar tudo a perder. Trata-se de uma pessoa que não consegue perceber que deve ser amada pelo que ela é – e isso implica ser amada e aceita, inclusive com os micos que vai pagar no dia a dia.

Sabe, um pouquinho de vergonha, numa situação ou outra, é aceitável. Diante do desconhecido, ficamos um tanto desconfortáveis. Quando erramos, também parece que sentimos vergonha. O que não entendemos, porém, é que todo mundo falha. E vergonha é bem diferente de remorso ou culpa. Remorso ou culpa são resultado dos atos que praticamos ou deixamos de praticar. Vergonha é sentir-se mal pelo que a gente é. E não podemos ter vergonha do que somos.

Sempre haverá aqueles que, na hierarquia social, são apontados como superiores. Porém, são pessoas, são humanos… são gente. E de gente não devemos nos envergonhar. Somos todos da mesma matéria, temos a mesma origem, o mesmo destino… Ninguém nasceu sabendo, conhecimento se adquire, micos todos pagam… E, na intimidade, todos têm defeitos, virtudes, fazem coisas bonitinhas e outras tantas… ridículas. Quando entendemos isso, nos conhecemos e nos aceitamos, vergonha torna-se um sentimento cada vez mais raro. Afinal, se eu me aceito e estou feliz comigo, qual o problema do outro não gostar?

Anúncios

10 comentários em “Vergonha é sentir-se mal pelo que a gente é

  1. parabéns ronaldo gosto de ler seus textos,são maravilhosos cada vez que os leio me surpreende já sou sua aluna é vivéndo eaprendendo ou melhor morrendo e aprendendo DEUS te abençoe por compartilhar sabedoria abraços.

  2. por apreciar suas reflexões tomei liberdade e sempre que posso levo algumas para minha sala de aula e compartilho leitura e debate com meus alunos do Ensino Médio…

  3. Me diga uma coisa:…? Tenho vergonha e sou uma pessoa extremamente radical em minhas ideias. Agora entendi por que tenho vergonha: porque não tenho coragem de expor minhas ideias radicais, pois tenho quase certeza de que não serei aprovado socialmente. Partamos do princípio que ser aprovado socialmente é vital; pergunto:… Deve continuar fiel as minhas ideias, em outras palavras, gostar de mim mesmo, ou começar a mudar as minhas ideias para começar a perder a vergonha?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s