Gente precisa de gente

Faz mal viver sozinho

Em Pais e Filhos, Renato Russo dizia:

É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã
Porque se você parar pra pensar, na verdade não há

Nem todo mundo tem essa habilidade: amar as pessoas. E não estou falando de romances. Falo de relacionamentos, amizades, convivência.

A solidão faz mal. Quem vive sozinho, sofre. Somos seres relacionais. Precisamos dos outros.

Que graça tem comemorar uma conquista sozinho? Que prazer existe em ser promovido e não ter com quem dividir a notícia? Que alegria há em ter um filho aprovado no vestibular e não ter pra quem contar? Até em dia de jogo do nosso time, a gente quer ter alguém ali perto… Seja pra falar mal do técnico, reclamar dos gols perdidos, do pênalti não marcado… Pra ter com quem vibrar ou chorar a derrota.

É no outro e com o outro que a gente se realiza.

Nos momentos de dor, também precisamos das pessoas. Quando perdemos a pessoa amada, queremos alguém pra nos abraçar. Se um familiar fica doente, carecemos de uma palavra de fé pra nos fazer seguir lutando. No luto por alguém próximo, contamos com um ombro amigo pra chorar.

Quem não tem amigos, não tem com quem partilhar risos ou lágrimas. E se isso acontece, o coração padece.

Apenas algumas poucas pessoas, geralmente os mais introspectivos, conseguem sentir prazer nos livros, nos filmes e em outras atividades solitárias… sem necessidade de estar junto, de relacionar-se. As demais – a maioria, eu diria – necessitam de gente.

Acontece que a vida na pós-modernidade nos leva à solidão. Se nos deixarmos ser consumidos pelo jeito contemporâneo de viver, acabamos ilhados.

Percebemos a falta que o outro nos faz. Podemos até não admitir muito. Alguns chegam a dizer: “eu não preciso de amigos”. Falácia! Todo mundo sabe que os relacionamentos dão significado para a vida.

Como a mulher pode ser feliz ao saber que está grávida e não ter uma amiga para contar?

Não dá. Relacionamento garante alegria, satisfação.

O problema é que, sendo difícil relacionar-se , a gente tenta disfarçar a solidão. Mergulhamos no trabalho, em atividades diversas, para não admitir que não temos amigos, que não temos com quem conversar, em quem confiar.

Procuramos nos manter ocupados para não sentir a dor da solidão.

Sim, porque ser sozinho dói. Faz mal para as emoções e para o corpo. Pesquisas mostram: as pessoas que acreditam não ter alguém que se importam com elas correm de três a cinco vezes mais riscos de desenvolverem doenças e morrerem de forma prematura.

Quem não tem com quem contar, com quem dividir sua vida geralmente desenvolve hábitos nocivos à própria saúde. Consumo de álcool, tabaco, drogas entre eles. Motivo? Sentindo-se solitário, a pessoa encontra nos vícios a companhia, a forma de anestesiar a dor.

Entretanto, a falta de relacionamentos verdadeiros pode ser mascarada por um tempo. A gente até consegue disfarçar a falta que o outro faz. Mas só por um tempo. Porque o coração reclama calor humano. Ocupar-se com o trabalho, com uma vida intensa – e até com as festas, músicas, sexo etc (afinal, é possível estar sozinho, mesmo “divertindo-se”) – apenas adiam o desespero.

No final, ninguém consegue reprimir. Não dá pra maquiar a solidão. Afunda-se então na ansiedade, estresse, pânico, depressão… e tantas outras doenças emocionais. Sem contar as doenças no corpo, resultado da agressão diária aos desejos da alma.

Sabe, não dá pra deixar a vida seguir assim:

Eu moro na rua, não tenho ninguém
Eu moro em qualquer lugar.

A gente precisa de um lugar. Mais que isso, a gente precisa de gente. Felicidade se constrói com pessoas.

Anúncios

4 comentários em “Gente precisa de gente

  1. Disse tudo Ronaldo.
    Eu mesmo tento, me ocupar na Internet,nas atividades, filmes, academia.
    Sempre tentando ocupar a mente, para ocupar o espaço vazio que as pessoas fazem para nos no dia a dia.
    O mais difícil ainda é encontrar um pessoa para se relacionar, sendo que nos dias hoje a opção sexual está difícil, as pessoas não saem da frente do computador se trancam em casa como animais.
    As casas noturnas estão repletas de pessoas afogando as magoas de amores não correspondidos.

  2. Estou sempre tentando ocupar a minha mente também 😦
    Mas concordo com o Lopes >>> as pessoas estão vazias e nos faz sentir-se assim SOZINHOS.!

  3. Adorei seu texto!!! É uma realidade que dá medo. Já me senti muito assim, mas vejo hoje que a culpa foi minha, eu me isolava e nem percebia, pq as pessoas gostam de mim, tenho carisma, mas demorei perceber isso. Abraços!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s