Não adie seus sonhos

Felicidade se vive agora; não se transfere para o amanhã

Vez ou outra a gente encontra pessoas que dizem:

– Ah, quando eu me aposentar, vou fazer uma viagem de aventura. Quero pegar um carro e sair por aí… sem rumo.

Ou:

– Quando meu filho casar, e ficar só eu e meu marido, todo fim de semana quero ir num lugar diferente.

Também:

– Quando comprar minha casa, vou poder receber os amigos.

São sonhos. Desejos. Planos. Projetos. Todos nós temos. E são eles que nos movem. Entretanto, por que não podemos vivê-los agora? Realizá-los?

Por que precisam estar tão distantes?

Quem tem certeza de que vai viver até se aposentar? Ou estará casado quando o filho sair de casa? E se não der pra comprar uma casa?

Sabe, às vezes fico observando e noto que muitos de nós apenas sobrevivemos. Transferimos tudo aquilo que nos daria prazer para o futuro.

Nos contentamos com migalhas da vida e deixamos de saborear o prato principal.

O emprego é ruim, a gente sonha com um melhor, mas não corre atrás. Estamos solitários, sem amigos, mas projetamos fazer amizades quando tivermos mais tempo. O relacionamento está uma droga, mas idealiza-se viver um conto de fadas quando encontrar o príncipe encantado.

Tá… Por que não agora?

A felicidade não é caderneta de poupança que a gente deixa lá quietinha rendendo juros pra sacar no futuro. Felicidade não se transfere pra depois. Haverá depois?

Sonhos não se adiam. Felicidade não se deixa pra amanhã.

O momento de fazer o que se deseja fazer é agora.

Se algo impede, temos que enfrentar, remover pra viver.

Algumas pessoas passam uma vida inteira num trabalho que odeiam. Outras fazem cursos que as esgotam. Tem aquelas que arrastam um relacionamento doentio por anos… Sofrem, envelhecem e, quando percebem, estão sozinhas.

O momento de viver é agora. Se a gente sabe o que quer, por que não tentar?

É verdade que pode dar trabalho. Talvez seja bem difícil. Quem sabe seja necessário abrir mão de algumas coisas, perder dinheiro, começar do zero e até ferir pessoas queridas. Porém, quem disse que é justo machucá-las um pouquinho todos os dias vivendo uma mentira? Sim, porque se nossos sonhos são outros, por vezes, o que se vive no presente é uma mentira.

Adiar sonhos é aceitar o “não viver”. É negar a si mesmo o direito de ser feliz. É deixar de amar e ser amado. É torturar-se todos os dias, aceitando viver a dor hoje pela expectativa de um sorriso que talvez nunca possa vir.

Anúncios

8 comentários em “Não adie seus sonhos

  1. O problema é quando o sonho difícil demais de se alcançar. Ai, só esperando q um milagre ocorra e ir tocando a vida como dá, ou tentar se feliz no presente, na situação atual.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s