Fazer o que não gosta

Muitas vezes, é preciso dar cor ao que parece não ter cor
Muitas vezes, é preciso dar cor ao que parece não ter cor

Ou… não está com vontade. Já se pegou numa situação destas? Acho que todo mundo vez ou outra se vê obrigado a fazer coisas que não quer fazer. E por diferentes motivos.

Nossa liberdade de escolha é limitada. Deixar de fazer algumas coisas traz consequências. Você pode estar cansado, chateado, estressado, apático… deprimido. Mas tem que fazer.

Em algumas ocasiões, por pura obrigação. Noutras, por consciência.

Não fazer é abrir as portas para situações desconhecidas. Não medidas.

No relacionamento, por exemplo. Costumo dizer que deixar de fazer um elogio ao parceiro, porque não se está num dia bom é aceitar o risco de magoar a outra pessoa. Ou deixar que alguém faça o elogio que você não fez.

Portanto, mesmo sem muita disposição, talvez com medo, tem que juntar forças e… fazer. Até porque o outro quase sempre não é o culpado ou responsável pela sua ausência de motivação.

E o segredo pra fazer o que não gosta ou o que não está com vontade de fazer é mesmo este: confrontar-se. Sim, porque o desejo pode ter caminhado noutra direção. Pode estar completamente ausente.

É preciso ter determinação. Reconhecer os próprios limites, mas tentar ir além… Quem faz isso, por mais que sofra por um momento, geralmente não se arrepende.

Anúncios