Na segunda, uma música

Há amores que parecem viciantes. Não basta relacionar-se, há uma sensação que transcende, que gera uma espécie de dependência.

Você me chama, e eu caio aos seus pés
Como alguém poderia pedir mais?
E o nosso tempo separados é como uma faca em meu coração

Por isso, quando por alguma razão o romance termina, ou há um distanciamento, perde-se o rumo, até mesmo a razão.

Tentar não precisar de você, está acabando comigo
Não é possível ver o lado bom, aqui no chão
E eu continuo tentando, mas eu não sei para quê
Porque tentar não te amar
Só me faz te amar mais

Talvez isso possa até não fazer sentido pra muita gente. Algumas pessoas conseguem viver um romance calmo; quase racional. Entretanto, num tempo em que tudo precisa ser intenso demais pra ser bom, a dor também machuca mais.

Esse tipo de dor, só o tempo pode levar embora
Por isso que é difícil deixar você ir
E não há nada que eu consiga fazer sem pensar em você

A música de hoje, “Trying not to love you“, da banda canadense Nickelback, fala de um amor assim. Entretanto, mais que a canção, que é gostosa de ouvir, o clipe é um “caso à parte”. Por meio das imagens, conta quase uma outra história. É agradável de ver, é envolvente, divertido.

Portanto, fica aqui o convite: para ouvir e ver.

Anúncios

2 comentários em “Na segunda, uma música

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s