Amor do passado

passado

Há amores que parecem eternos… Desses que, mesmo após o fim do romance, permanecem guardados no coração para sempre. Não acontece com todo mundo. Nem é experimentado com a mesma intensidade. Não há regras. Nem jeito certo de ser vivido. Entretanto, tem gente que esconde um amor do passado no coração. Está lá, quietinho, silenciado. Mas não morto.

Certa vez ouvi de uma especialista em relacionamentos que as pessoas podem amar mais de uma pessoa ao mesmo tempo. Por isso, dá para acreditar que alguns amores nunca serão esquecidos. Mesmo havendo fidelidade, plena devoção ao parceiro, o coração guarda em algum lugar um sentimento único por alguém que ficou no passado. Não existem mais conversas, beijos… nenhum contato, mas o passado ainda se presentifica em lembranças e até certo friozinho na barriga.

Não diria que é justo com o atual. Nem que seja certo. Também concordo que algumas pessoas parecem ter prazer em manter o passado. Até o alimentam. Nunca superam. E nem se esforçam para isso. Mas nem sempre é possível ter controle disso. Às vezes, o ex simplesmente se aloja, fica ali. Não dá para mandá-lo embora. É preciso aprender a conviver.

Uma autora que admiro, num de seus livros, escreveu que na cama de um divorciado existe mais que a companheira atual; a ex-mulher também divide os cobertores com o casal. Entretanto, mais que uma memória que dialoga, faz lembrar momentos vividos e até acusa, existem esses amores que não desgrudam, que se mantém vivos – mesmo quando há o desejo de abandoná-los.

Quando isso acontece, não dá para estar inteiro numa relação. Também não dá para culpar quem vive essa experiência. Contudo, cada arrepio pelo ex será sempre um tijolinho a mais nos muros que se constroem dentro do romance, distanciando, afastando, esfriando… Dá até para manter um casamento para sempre, mas nunca haverá plenitude. Faltará graça, beleza, leveza, total intimidade. Uma parte de si não será da pessoa com quem se vive hoje, será de alguém que não existe mais.

Anúncios

15 comentários em “Amor do passado

  1. O triste e que mesmo que não queira, a lembrança e sempre presente, mas isso não significa ser infiel no atual relacionamento, pois o coração e terra que ninguém pisa>

      1. amei seu texto tbm me encontro assim nunca esqueci meu ex namorado,por mais que hoje esteja com outra pessoa,mais acontece sem querer não tem um só dia que eu não pense no meu ex,amo de verdade ele mesmo que não possa mais te-lo ,as vezes isso me incomoda muito ,pois quero amar a atual pessoa do jeito q ele tbm me ama mais nao consigo ,sempre me sinto vazia para isso,fico com meu ex no coração mesmo que não tenho mais contato com ele.

  2. Como foi citado o amor eterno existe, não precisa de contato fisíco ,mas, de um coração apaixonado. Esse Amor permanece dentro de você e quando se pensa na pessoa seu coração bate diferente, voce sente esse friozinho e logo já vem o sorriso da pessoa e o conforto que você sentia quando estava em seus braços. Nunca passa e com é bom sentir tudo novamente. Sem melancolias , mas com Amor….

    1. Que decepção, como pode uma pessoa que conhece a Deus dizer que vc se casa com alguém e fica pensando em outra. A palavra do Senhor
      é clara e diz que para adulterarmos não precisamos ir para cama, é só
      desejarmos estar com a outra pessoa. E vc ainda diz que o casamento
      pode até ser até ser para sempre, mas não haverá total intimidade, vc
      não será inteiro do seu conjuge e diz ainda que cada arrepio sentido pela outra pessoa vai te esfriar e afastar do seu conjuge, que coisa do
      diabo. Esse texto serve com certeza para quem está vivendo um caso de adultério com alguém que conheceu no passado e está com problemas em seu casamento, nós muitas vezes achamos que não estamos procurando essa situação e ela simplesmente acontece, mas é que na verdade o diabo não perde oportunidade alguma e lhe digo
      que infelizmente eu conheço um caso de adultério em que uma das pessoas se identificou com o seu texto e ao invés da pessoa buscar em Deus a solução pro seu casamento e salvar sua família, se ve incentivado pelo seu texto.
      Eu acho isso no mínimo triste, pois era sua fã qdo vc era locutor da Rádio Novo Tempo e me e
      ntristeci qdo vc saiu, mas de verdade, para mim esse texto é uma aberração para nós que somos cristãos e
      acreditamos em Deus e nos propomos a viver de acordo com a sua vontade. Para Deus o casamento é sagrado, a família é prioridade na
      vida do homem, e se estamos em crise em nossa vida conjugal, devemos buscar ajuda do Senhor e não no nosso passado, esse sim
      tem que ser esquecido totalmente.
      Você deveria refletir sobre isso, pois eu sei de um caso, mas muitos outros também devem ter se identificado com esse seu texto. Que Deus te abençoe!!!!

      1. Lenice, sugiro que leia meu texto com mais atenção. Você interpretou de maneira completamente equivocada. Minha discussão visa mostrar que conviver com um amor do passado é algo que acontece com muita gente. Entretanto, encerro apontando os riscos de se conviver com esses sentimentos. “Cada arrepio pelo ex será sempre um tijolinho a mais nos muros que se constroem dentro do romance, distanciando, afastando, esfriando…”

  3. O seu texto e completamente lindo, maravihloso, hoje vivo assim…. e infelizmente não da pra mandar no coração. Mais o que importa e o respeito e o carinho de quem esta ao nosso lado! Mais essa sua frase e simplismente perfeita: “Mesmo havendo fidelidade, plena devoção ao parceiro, o coração guarda em algum lugar um sentimento único por alguém que ficou no passado. Não existem mais conversas, beijos… nenhum contato, mas o passado ainda se presentifica em lembranças e até certo friozinho na barriga.”

  4. Realmente Ronaldo uma situação que muitos vivem…infelizmente nosso coração parece incapaz de compreender…seria um jeito egoista de viver um sentimento? Sei lá, acho que numa dose comedida esse sentimento nos faz somente reviver um amor que muitas das vezes tivemos que abrir mão, não por opção, mas por não ter como vivê-lo, por opção da outra parte.Lindo texto, parabéns!

  5. Olá..ótimo seu texto. Há mais de 10 anos vivo uma história assim…amei muito meu ex e ele me amou. Mas infelizmente fiz ele sofrer muito e ele acabou se afastando por orgulho,por medo de sofrer novamente, Nada do que fiz o convenceu de que as coisas seriam diferentes se eu tivesse outra chanca. Também por orgulho,depois de um tempo, me afastei..Ele começou a namorar com outra meses depois do nosso termino e eu tive outras relações, mas nunca deixei de pensar nele.Depois de uns tres anos sem contato nenhum nos reencontramos e desde então mantemos contato…Eu já tentei cortar os laços, apaguei o numero do celular dele varias vezes…mas sempre acabo voltando a esta relação sem futuro. Ele casou e tem um filho. Depois de alguns anos eu também me casei e amo meu marido também. Mas não esqueço este amor do passado..Tenho vergonha em assumir que me encontro com ele as vezes…sinto que ele carrega a mesma frustração que eu, pois ele se tornou tão fechado e amargurado..muito diferente do rapaz de sorriso facil que conheci anos atrás. Mas enfim., não consigo me desligar dele…a simples ideia de perder contato com ele ,de nunca mais vê-lo é dolorosa. Sei que estou errada e meu marido não merece nem que eu pense no outro. Mas como controlar um sentimento tão forte?O que eu faço?

  6. Puxa cara!!! E para completar vem aquela musiquinha tipo anos 80 que a gente sempre ouve nas Fm´s da vida e que junto vem essa pessoa do passado,Certa vez uma garota,colega de trabalho me que disse que sempre que ouvia uma musica do A-ha ela sempre se lembrava de mim, eu na época sempre evitava o clima até porque ele era comprometida mas se eu tivesse investido na relação talvez a minha historia de vida seria outra…Alias seus textos são ótimos parabéns tem muito bom gosto!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s