Quando não há mais forças para lutar

abandono
Você gosta, admira, entende o outro. Queria ficar junto. Mas já não consegue. A distância se instalou. E não tem forças para lutar. Até acredita que poderia reconquistar, mas se sente paralisado. As energias acabaram.

Certa vez, li um texto de um especialista em relacionamentos. Ele dizia que, no casamento, há raras situações que se instalam e que dificilmente são revertidas. Uma delas é a distância. Pode ser distância gerada por escolhas profissionais, por amizades conquistadas, por vivências e conhecimentos adquiridos. Os dois estavam juntos, tinham os mesmos propósitos. No entanto, por essas coisas que acontecem sem que o casal se dê conta, um dia acordaram e notaram ser pessoas completamente diferentes. E um abismo se instalou entre elas.

A distância esfria. Geralmente, demora para ser notada. Também não é incomum os casos em que apenas uma das partes abandona a relação. O outro continua ali. Às vezes, magoado, triste. Deseja a presença, o carinho, o toque, os beijos, a intimidade… Segue esperando. Tem esperanças. Mas a pessoa amada não mais consegue voltar. Talvez até siga ali do lado, por conveniência ou não, porém está morta por dentro.

Nada é mais triste num relacionamento que a ausência de uma das partes. O romance vai murchando, perdendo forças. Já não há brilho nos olhos. Apenas saudade. E, no coração, um lamento pela perda, pelo fracasso.

Eu não diria que é impossível voltar. Nem que o fundo do poço é o fim de uma história. Mas recomeçar dá trabalho. É possível – desde que se queira lutar. E lutar é uma escolha. Àqueles que têm fé, que acreditam numa divindade, pedir ajuda aos Céus acalma o coração. Fortalece a alma. Buscar terapia também pode ser importante. Entretanto, é necessário se mexer, tentar. Se não há mais forças, o fim é uma realidade – talvez antes mesmo de admiti-lo.

Anúncios

6 comentários em “Quando não há mais forças para lutar

  1. Passei um tempo enorme da minha vida de casada “com medo” de que essa perda se desse. Felizmente estamos aqui, na luta, pois manter um casamento de 38 anos não é fácil…Acreditei sempre que o amor valia a pena. Pois as penas são muitas, ao longo dos anos. Mas valem. Abraços!

  2. Adorei o texto. Nessas situações temos a impressão que alguém se perdeu pelo caminho, ficou pra trás ou que realmente fracassamos. Parabéns por mais um texto lindo!!

  3. O amor para dar certo tem que vir dos dois lados.. Em muitos casos a relação é “empurrada com a barriga”, aumentando o sofrimento e adiando um fim que muitas vezes seria bem melhor para os dois. As pessoas devem aprender a admitir quando o amor acaba.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s