Sofrer com dignidade

sofrimento

Problemas não batem à porta; problemas invadem a vida da gente. É verdade que muitas vezes são nossas atitudes que criam as condições ideais para as crises se instalarem. Entretanto, por mais que façamos coisas que podem causar sofrimento, ninguém, deliberadamente, procura pela dor. Ela simplesmente aparece e se instala em nossa alma.

E quando a gente sofre, sofre mesmo. Dói, faz tudo perder o sentido. O emprego fica chato, os amigos se tornam intoleráveis, a família vira um peso… A faculdade deixa de ser um sonho e vira um pesadelo, o relacionamento já não empolga mais… Por vezes, perde-se o desejo de viver.

Entretanto, por mais que existam momentos que nada faz sentido e tudo que o coração reclama seja “sumir do mundo”, “desaparecer”, é preciso sofrer com dignidade. Sim, porque ficar se lamentando de tudo, vendo a vida apenas por um prisma fúnebre, não ajuda a tirar ninguém do fundo do poço.

Eu costumo dizer que, na dor, a gente tem que chorar mesmo. Não há razão para silenciar as lágrimas. Porém, existe uma diferença entre viver o luto e se portar como vítima da vida. Tem gente que, no sofrimento, parece desejar todos os holofotes para sua dor. Sente necessidade de ser mimado. Parece ter prazer em ser tratado como coitadinho. E, muitas vezes, ainda se incomoda com a felicidade alheia; precisa que todo mundo compartilhe de suas lágrimas.

Essas pessoas não aceitam a dor. E ela é condição da própria existência. Chorar e sorrir, viver e morrer são faces da vida. Quando a gente não aceita essa dinâmica, corre o risco de assumir o complexo de vítima. Isso torna a vida insuportável. E também a dos outros, porque gente que age como vítima incomoda os outros, vive reclamando, lamentando… Não se move, e não aceita se mover.

Portanto, volto a dizer: nos momentos de dor, não há porque fugir dela. O que faz a diferença é aceitá-la. Aceitar o inevitável. Compreender que nem sempre tudo funciona como gostaríamos, que parte dos nossos planos não se concretizarão, que perderemos pessoas que amamos… A vida é assim. A gente cai, se machuca, sofre… Mas só nos resta seguir adiante.

Anúncios

10 comentários em “Sofrer com dignidade

      1. Obrigada, Ronaldo! Sabe?…às vezes acho que sou vítima mesmo…Hoje me acho vítima da insensibilidade do meu marido. Fazer o quê…ou não fazer. Só não fazer disso o arcabouço onde construo todos os meus edifícios, né?Abs.

      2. Já falou com ele? Num tom “sem cobranças”, compreensivo, mas apontando o que sente falta? Não esqueça que homens só conseguem discutir um assunto de cada vez.

  1. Mais um texto belíssimo Ronaldo. Parabéns e concordo em número gênero e grau. Eu sempre falo muito as pessoas uma frase. “A dor é inevitável, o sofrimento, viver lamentando é opcional.”
    Parabéns!!!

  2. Boa noite

    Conheci um rapaz e começamos a ficar juntos ele sempre triste, chamei pra conversar e ele Me contou que ele ainda amava a ex dele. Fiquei por achar q com o tempo ele pudesse gostar de mim…depois de 7 meses juntos descobri q ele era casado e tinha 2 filhos…. Meu mundo caiu
    Chamei pra conversar e ele me falou q a ex dele tinha deixado ele por isso
    Chorei terminei
    Ele começou a me procurar insistiu e eu cedo varias vezes
    O pior é que ele sempre estava atras da ex obcecado
    Faz tudo por ela
    Começou a viver me pedindo favores
    No dia do aniversario dele dei um presente e uns chocolates ele vestiu a camisa q sei é foi pra casa da ex comer os chocolates com ela
    Fiquei arrasada
    Decidi deixar essa história pra la cuidar da minha vida
    Bloqueei ele no whats e no meu telefone
    Só que estou sofrendo muito
    Doi tanto que me da vontade de ir atras dele
    Ele diz q me ama
    Eu me apaixonei pelo jeito dele
    Sinto tanta falta
    Me ajude por favor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s