Você gosta da família dele?

familianoiva
O título também poderia ser “você gosta da família dela?”… Afinal, quando amamos alguém, a relação não se resume ao outro; inclui um pacote: a família.

E, olha, esse negócio é bem complexo e nada fácil de aceitar. A gente gosta é da pessoa, por que tem que gostar da sogra?

Quando a família do parceiro é pequena, talvez seja mais fácil. É menos gente pra tolerar, né? Mas se a família é grande, a situação é tensa.

Sabe aquele cunhado que tem uma mania que você odeia, mas seu namorado (que é irmão dele) acha o máximo? E aquele hábito da sogra de comentar se a camisa está ou não bem passada (sendo que foi você quem passou)?

Pois é… Na convivência com a família do parceiro, embora sejam atitudes aparentemente isoladas, muitas vezes se tornam insuportáveis. E, lamentavelmente, há quadros muito mais complexos. Porque uma coisa é você não gostar de determinadas atitudes; outra bem diferente é não gostar das pessoas.

Por mais que o princípio bíblico seja para “amar nossos inimigos”, esse ensinamento também reconhece: tem pessoas que não nos fazem bem. E às vezes essas pessoas fazem parte da família do parceiro, da parceira. Conheço casos em que uma das partes não tem admiração alguma pela família dos companheiros. Desaprovam os hábitos alimentares, as roupas que usam, a mania de fofocarem entre si, até o jeito de interferirem um na vida do outro.

E aí, como fazer? Posso garantir que, no relacionamento, quando você não gosta da família do outro, o romance tem grande chance de entrar em conflito. Primeiro, porque uma razão óbvia: é a família dele/dela. Talvez naquele momento de paixão, de envolvimento pleno dos primeiros meses, ele/ela até aceite algumas críticas que você faz à mãe, ao pai… Porém, há uma história que precede a história de vocês. Enquanto as críticas forem divertidas, as coisas vão fluindo… Mas no momento que se criar a impressão de que não gosta da família, o romance pode desandar.

Um segundo aspecto, e o mais importante, é que família a gente não escolhe; família a gente tem. Essa família que você não gosta é a dele. E isso não vai mudar. Seu parceiro, sua parceira pode até se afastar durante um tempo dessas pessoas que você não gosta (quem sabe até por alguns anos), mas a vida cobra as reaproximações. E você, que contribuiu para o afastamento, pode não sair ileso dessa história. Podem surgir mágoas no relacionamento que criarão brechas para uma separação.

Portanto, se não gosta da família da pessoa que você ama, vale considerar até que ponto dá conta de conviver com eles. E, principalmente, compreender que afastá-la do convívio familiar nunca é a melhor saída. Quando amamos alguém, precisamos saber que o pacote vem junto – gostando ou não.

Anúncios

5 comentários em “Você gosta da família dele?

  1. Eu acho que a melhor saída é nunca afastar o seu amado (a) da dita família, afinal você poderá viver até que a morte o separe, como pode não vingar esse relacionamento. Como se diz: “Cada qual cada qual”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s