Com quem você pode contar?

ajudar

Já escrevi várias vezes sobre a falta que faz ter um amigo, amigo de verdade… Alguém com quem a gente possa contar nos momentos difíceis da vida. Porém, não é só nos dramas emocionais da vida que se faz sentir a falta de pessoas especiais – ou pelo menos, dispostas a ajudar. No dia a dia, também descobrimos que, muitas vezes, estamos sozinhos.

E as situações cotidianas talvez sejam as mais frequentes. Sabe aquele dia que você precisa mais cedo do trabalho para levar o filho ao médico e descobre que a colega, para quem você já fez vários favores, não topa cobrir sua ausência? E o trabalho de faculdade que, dessa vez, você não deu conta de fazer e, em função disso, ouviu um monte de bobagens da parceira de equipe? Pior… Essa mesma “amiga” já te deixou na mão várias vezes.

No trabalho, na escola e até mesmo em casa, é ruim perceber que são poucas as pessoas dispostas a ajudar no momento que necessitamos. Pode ser a simples troca de folga, a produção de um trabalho escolar, uma carona para ir ao centro da cidade… Coisas pequenas, mas que fazem a diferença quando não temos como fazer, como resolver e precisamos do outro. Além disso, a ausência desse tipo de favor parece desestimular a gentileza. De alguma maneira, lá no coração, a gente pensa:

– Pode deixar… Quando você precisar de mim, já sei o que vou responder.

Sim, somos humanos, e é mais ou menos desse jeito que sentimos quando alguém nos diz “não”. Ficamos chateados sim. E com vontade de retribuir na “mesma moeda”.

Entretanto, por mais que possamos concluir que dificilmente podemos contar com os outros, ainda assim cabe-nos fazer a nossa parte. Afinal, o mundo já é duro demais, difícil demais, egoísta demais… para participarmos dessa onda tão negativa e individualista.

Eu sei que dizer “sim” ao pedido de alguém que já nos disse “não” parece nos colocar na condição de bobos. E ninguém gosta de ser visto como aquele que é sempre “bonzinho”. Porque bonzinho parece ser o mesmo que bobinho. Porém, a vida só será melhor de ser vivida se fizermos nossa parte para tornar mais agradável o verdadeiro sentido do que é viver em comunidade.

Anúncios

Por que o professor precisa ganhar bem?

Mais que servir de reconhecimento ao trabalho do educador, pagar bem significa garantir mais qualidade de ensino. Neste vídeo, explico que a questão do salário vai muito além do reconhecimento. Não dá para acreditar numa boa educação sem que a profissão atraia os melhores alunos do ensino médio.