Concentre-se no que você tem

vida

Talvez seja uma das coisas difíceis de fazer. Afinal, idealizamos o nosso mundo. Desejamos fazer as coisas do nosso jeito. E, quando não dão certo, ficamos bastante decepcionados.

Estar concentrados no que temos significa valorizar o que, de fato, é nosso. E no aqui e agora. Não ficar lamentando pelo que já tivemos. Ou reclamando o que ainda não temos.

E isso efetivamente não é fácil. Quase sempre, somos ambiciosos. E, ao mesmo tempo, apegados aos nossos bens, as pessoas com as quais dividimos nossa vida. Por isso, não raras vezes focamos no que já perdemos ou naquilo que ainda não conquistamos. O problema é que, ao fazer isso, deixamos de viver.

A vida é curta demais pra gente não valorizar o que está diante de nós, o que temos em nossas mãos.

É triste ver como algumas pessoas lidam com suas perdas. Tem mães que, ao perderem um filho, “esquecem” os outros. Choram quem se foi e ignoram os que ficaram. E não estou dizendo aqui que a perda não dói; entretanto, as pessoas não podem se afogar em lágrimas a ponto de abandonarem os que ainda estão ali do lado.

Quais são as histórias que nos inspiram? São de pessoas que se concentraram na realidade que tinham e se reconstruíram a partir dela. Há exemplos incríveis de gente que perdeu o único filho num acidente de trânsito, por conta de um sujeito irresponsável, bêbado, e ainda assim canaliza suas energias para lutar por justiça e conscientizar outros motoristas. E aqueles que tiveram o filho assassinado pelo tráfico e agora ajudam adolescentes a vencerem o vício? E mulheres que perderam a mãe vítima de câncer e trabalham para incentivar a prevenção?

Enfim, torna-se exemplo para nós quem não passa a vida se lamentando pelo perdeu. Tornam-se referência aquelas pessoas que reagiram na crise, se apropriaram da realidade e construíram outras formas de viver. São dessas pessoas que contamos histórias.

Concentrar-se no que tem significa encarar a realidade. Todos nós temos um mundo idealizado e o mundo real. Sonhar não faz mal. Mas se sofremos em função dos sonhos, afundamos. Deixamos de viver. Por isso, se tudo o que temos é uma casinha de cozinha e quarto, não dá pra viver odiando aquele espaço. Se o carro é um golzinho 89, não dá pra viver insatisfeito porque não tem um corolla na garagem.

Sabe, a vida é muito maior que nossas perdas. A vida é muito maior do que bens ou qualquer outra coisa que sonhamos e não temos. Durante nossa trajetória, vamos perder, vamos ganhar. É assim que as coisas funcionam. Entretanto, parece que valorizamos mais o que não temos do que as coisas que efetivamente são nossas ou ainda são nossas.

Tudo passa. E rápido demais. Deixar de viver o que temos, é ignorar o aqui e agora. É abrir mão do próprio existir.

Anúncios

2 comentários em “Concentre-se no que você tem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s