O parceiro dos sonhos não existe

parceiro_perfeito
Não dá pra negar… Quase sempre, a gente idealiza o relacionamento. Na verdade, idealiza o parceiro. Imagina como deve ser na cama e fora dela. No trato diário dentro de casa e na dinâmica com a sogra. Por isso, é comum demais se frustrar. Afinal, esse serzinho perfeito, que se enquadra no desenho do príncipe ou princesa, não existe.

O que existe é uma pessoa que, por mais que te ame, nunca será como você idealizou. Ainda que isso pareça frustrante, e é, tem coisas no parceiro que nunca vão mudar. São hábitos, costumes, traços de personalidade com os quais terá de conviver – se não quiser descartar o romance.

Muitas vezes é difícil compreender isso. Chega ser doloroso pensar que a pessoa que está ali contigo, que talvez você tenha escolhido para dividir uma vida, tenha atitudes que te contrariem tanto. E o que é pior: ela não vai mudar. Ou você aceita ou cai fora. E, detalhe, se “trocar de amor”, vai esbarrar de novo em coisas que não gosta. Sim, porque essa outra pessoa tem a própria identidade, que vai para além do número que aparece no RG. Talvez agrade em determinados aspectos, mas vai desagradar noutros. É assim que funciona.

É por não aceitar que o parceiro nunca vai nos completar que as relações tornam-se tão frágeis. Queremos que tudo aconteça como gostamos.

Se queremos ter uma relação duradoura, ou quem sabe pra toda vida, é necessário admitir que o outro vai nos chatear. E não poucas vezes. Por isso, escolher alguém pra participar dessa caminhada é um negócio muito sério. A gente precisa conhecer bem a pessoa, sem pressa. E identificar nela as características que mais valorizamos, porque é certo que, no pacote, vem um monte de coisas que vai nos decepcionar. Entretanto, será preciso tolerar, exercitar diariamente a paciência.

Sabe, pra mim, o que é mais importante é que o parceiro seja alguém que te faça sentir-se “em casa”. Alguém que te deixe à vontade. Que não te faça ter vergonha do que você é, do seu corpo, do seu cheiro, dos seus defeitos… Nem do que você pensa. Alguém que te permita se revelar. Afinal, por mais que o outro seja belo, inteligente, competente…Não existe nada pior que conviver com uma pessoa que te inibe, alguém que te faz optar até por não brigar, porque sabe que, se brigar, só vai se desgastar; suas palavras serão rebatidas, rejeitadas… E ainda vai ouvir que você é culpado de tudo, dos desencontros de hoje, de ontem, de amanhã.

Então, sabendo que a pessoa perfeita não existe, resta descobrir o que você mais valoriza. Sem ser exigente demais, claro. Rsrs.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s