A arte de simplificar a vida

tempo

Em setembro deste ano, Jack Ma, o homem mais rico da China fez uma declaração que, de certa forma, resume o pensamento do tempo em que vivemos:

– Se você ainda é pobre aos 35 anos, a culpa é sua.

Ser bem-sucedido é imperativo na sociedade atual. E ter dinheiro é sinônimo de sucesso. Ser pobre é ser visto como fracassado. Por isso, todo mundo vive correndo atrás do danado do dinheiro. Ainda que quase todo mundo entenda que é preciso se mexer pra conquistar coisas, esse jeito maluco de viver tem roubado a chance de sermos felizes.

O próprio Jack Ma disse recentemente à CNN que não é feliz. E disse os motivos: as pressões que sofre do mercado financeiro, a carga de expectativas que recai sobre ele, o desejo de não decepcionar os outros e, o mais importante, a dificuldade de ser autêntico. Gente como Jack Ma precisa agir de acordo com a imagem que construiu.

E sabe o que é curioso? Muitos de nós somos iguais Jack Ma. Não temos os bilhões de dólares que ele tem, mas somos reféns do mundo que nos cerca.

Entretanto, existe outro fator que nos impede de viver feliz: a complexidade da nossa agenda. Dias atrás ainda escrevi aqui sobre a importância de ter um tempo pra não fazer nada. Mas a questão vai além da criatividade. Quanto mais a agenda está cheia, menos a gente vive.

A impressão que dá é que, se não estivermos muito ocupados, não somos importantes. Os outros precisam achar que trabalhamos demais. Quem tem tempo livre chega ser visto como vagabundo, folgado, preguiçoso.

O problema é que estar ocupado é trair a nossa própria humanidade. Nosso corpo não foi feito para dar conta de um ritmo tão intenso. Carecemos de tempo para desfrutar nossa família, para caminharmos à toa pela rua, sem nos preocupar que será um problema sair um pouco da rota para tomar um sorvete.

Quem corre demais está, na verdade, fugindo de si mesmo. São pessoas que precisam fazer mil coisas para se sentirem vivas. No entanto, ao terem rotinas tão intensas, não conseguem tempo para si mesmas. E isso resulta em infelicidade.

Sabe, não tem jeito… Se queremos viver melhor, temos que simplificar a agenda, tornar a vida mais simples. E aqui tenho algumas dicas:

Identificar nossas dificuldades – não adianta acordar decidido em mudar as rotinas. Embora seja necessário ter atitude para mudar comportamentos, é fundamental identificar o que nos levou a ter uma agenda tão complexa. Talvez as coisas foram acontecendo e você nem se deu conta de como estava afundando em tantos compromissos. Mas também pode ter ocorrido porque foi necessário se ocupar para evitar os confrontos com a esposa, com os filhos… Ou até pela necessidade de manter o emprego. Então, é preciso identificar quais as dificuldades que temos para simplificar a vida antes de tentar mudar qualquer coisa.

Focarmos no que é essencial e ter prioridades – simplificar a vida significa também descobrir o que pode ser abandonado. Ninguém muda sem abrir mão de hábitos, costumes ou até certos confortos. Talvez pra ter uma vida mais tranquila seja necessário trabalhar menos, reduzir despesas… É impossível conseguir mais tempo sem abrir mão de parte do que fazemos.

Esquecer a perfeição – ninguém dá conta de ser perfeito. É necessário admitir que vamos errar muitas vezes. Além disso, quem foca demais na perfeição, gasta tempo com detalhes que, na maioria dos casos, são irrelevantes, não fazem diferença. Isaac Newton certa feita disse:

A verdade sempre se encontra na simplicidade e não na multiplicidade e confusão das coisas.

Criar brechas de tempo em nossa agenda – já disse isso aqui, mas volto a repetir: sem tempo pra nos desligarmos de tudo, não dá para olharmos para nós mesmos, para apreciarmos o que está a nossa volta, as pessoas que amamos… Ninguém consegue ser feliz sem tempo pra si mesmo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s