Como saber se o parceiro te maltrata psicologicamente

dependencia_emocional
Muitas vezes, a dependência do outro é antessala dos maltratos psíquicos e até físicos. A dependência total do outro nunca faz bem. Porém, há situações ainda piores. E, na verdade, é fundamental ter a capacidade de olhar para o relacionamento a fim de saber se trata-se apenas de um momento ruim ou de uma situação doentia que está destruindo sua saúde emocional.

Qualquer pessoa, seja homem ou mulher, que está numa relação e que aceita que seu parceiro (ou parceira) lhe insulte, falte com respeito, denigra ou humilhe é alguém que está sendo maltratado psicologicamente.

A psicóloga e autora do livro “Cuando amar demasiado es depender”, Silvia Congost afirma que essas coisas não acontecem de uma hora para outra. Muitas vezes a dependência emocional precede o maltrato psicológico e até mesmo a agressão física. Nesses casos, a pessoa afetada costuma ser a última a se dar conta do que está acontecendo. E geralmente só nota isso quando recebe ajuda profissional ou de alguém mais experiente (e em quem confia). Ainda assim, não é fácil admitir o resultado da análise da relação.

O mais grave, segundo a psicóloga, é que o dependente geralmente se torna cada vez mais dependente. A pessoa passa a aceitar a agressão como algo natural, habitual, acostumando-se a isso a tal ponto que lhe custa muitíssimo abrir mão do relacionamento. A dependência do outro geralmente é tão grande que frequentemente a pessoa acha que o agressor pode estar certo. A vítima até quer sair do problema, mas a autoestima a confunde e não deixa.

Bom, mas vamos tentar identificar as características de um relacionamento em que há maltrato psicológico.

  • Anula a autoestima – quem maltrata geralmente diz coisas ou faz a vítima sentir que não serve para nada, que é um inútil, deprecia o parceiro. A situação chega ao ponto em que a pessoa não acredita em si mesma e pensa que, se abrir mão do relacionamento, não terá para onde ir, será incapaz de viver por conta própria.
  • Recebe ordens – o agressor geralmente dá ordens. Manda comprar pão, fazer a mesa, cuidar dos filhos… Reclama da limpeza da casa, da camisa “mal passada”, do presente que ganhou… E a vítima acha que não tem o que fazer. Pensa que deve aceitar as condições impostas pelo parceiro, porque, do contrário, a situação vai se tornar ainda pior. Há certo medo na dinâmica do relacionamento.
  • Não tem liberdade – a vítima não tem permissão para frequentar lugares que gosta, falar com pessoas que ama, que admira.
  • Distancia das pessoas que gosta – o agressor fala mal da família do outro, dos amigos e de todos que são contrários ao relacionamento.
  • Julga o que você faz, como faz, o que fala, como fala... Esse tipo de parceiro te obriga a mudar.
  • Quem maltrata culpa o outro pelas coisas ruins que acontecem (até naquelas questões totalmente irracionais). Frequentemente transfere para o parceiro as coisas negativas. Transforma o outro em responsável pelos acidentes cotidianos, mesmo quando não participou dos acontecimentos. Tipo… Ele bateu o carro. Ela nem estava junto. Mas o fato de terem brigado pela manhã faz com que o sujeito transfira para a mulher a culpa pelo que aconteceu.

Na dinâmica do relacionamento, as pessoas precisam ficar atentas. Todas as vezes que, em nome de um grande amor, toleram mais coisas do que deveriam tolerar, aceitam situações que não seriam aceitáveis – e isso por muito tempo -, tem algo errado acontecendo.

Anúncios

31 comentários em “Como saber se o parceiro te maltrata psicologicamente

  1. viver esta situação não foi fácil ate a um ano atrás me causaram dano ,porque estava na minha mente e dos meus filhos,então resolvi dizer pra mim e pra meus filhos que nós poderíamos ser feliz e acreditar que venceríamos tudo,este ano de 2015 esta sendo a nossa vitória graças a DEUS!ESTOU CADA DIA APRENDENDO QUE POSSO SER FELIZ COM SUA PAGINA E COM QUE NOS AJUDA!!

    1. Faz 10 anos que sai da minha cidade natal RS porto alegre… Deixei para traz tudo… Familia…amigos…emprego e fui morar com uma pessoa que me fez feliz 7 anos… Ele sujou meu nome comprando um carro que particularmente eu sabia que não íamos ter condições de pagar… Depois de perdermos o carro ele e eu fizemos planos de ter filho… Eu com 28 anos engravidei mas o que era pra ser complemento de felicidade se tornou um terror… Eu larguei o emprego devido a problemas na gestação… Não conheço ninguém e não consegui creche para meu filho… Fui traída varias vezes sendo uma delas na minha Propriá casa na minha cama… Mas meu filho hoje com 3 anos eu sem trabalhar pelo fato de não ter com quem deixá-lo … Não tenho familia… Nem para onde ir… Sofro em casa sozinha em uma cidade onde não conheço nada nem ninguém… Por que morávamos em SC e pelo serviço dele acabamos vindo morar em PR … Ele praticamente me tranca em casa pois não trabalho e não tenho dinheiro pra sair… Moro longe de tudo… Só saio pra ir no mercado com ele… Nem ao médico vou…sinto que estou depressiva mas não faço nada… Só penso em como acabar com minha vida o que ainda me da forças é meu filho…

      1. NÃO FAÇA NADA QUE VÁ SE ARREPENDER DEPOIS PROCURE AJUDA DE UM FAMILIAR IRMAO TIA MAE PAI ALGUEM QUE POSSA TE AJUDAR E RECOMECE SUA VIDA … NAAO TENHA MEDO NAO E FACIL NO INICIO MAS DA TUDO CERTO

  2. Sofro serios danos psicologicos, moral e as vezes (raramente) fisico. Ele nao é assim sempre, entr em crise conforme vem os problemas do cotidiano, eu o conheci um cara feliz, carinhoso, atencioso, um principe, na medida q fomos morar juntos, foi se tornando possessivo, agressivo, eu o amo completamente, tenho esperanças que um dia ele volte a ser quem eu conheci, que um dia volte a me tratar com amor e respeito. Eu sustento a casa, e ele depende totalmente de mim financeiramente, talvez seja por isso q se tornou assim. Eu nao escolhi viver assim, mas nao sobrevivo sem ele, entao… O jeito é ter esperança de um dia viver uma vida norma.

    1. Querida pare com isso! Se você mesma visse o que escreveu em seu estado normal iria ficar chocada. Eu me casei com um homem que acreditei que me amava. Sou doente. Fiquei doente enquanto estávamos juntos. Namorei por 8 anos antes de me casar. Estou perdendo minha vida e a oportunidade de ser plenamente feliz assim como você. Dei um basta. Talvez minha doença seja minha força. Me dediquei o máximo que pude. Tenho artrite reumatoide e após meu casamento atacou minha coluna. Não o culpo por isso. Mas ele foi muito egoista. Acabou com todo amor. Tudo girava ao redor dele. Sustentei a casa por mais de um ano. A casa é minha. Ele me maltratava por nada. A última vez foi pq pedi comida pra ele enquanto ele estava trabalhando. Sim. Isso mesmo. Quando a pessoa quer ser infeliz ela arruma problemas em tudo. Estou sofrendo muito sim. Mas escolhi tentar ser feliz ao invés de viver uma vida me dedicando a quem não se importa de verdade comigo. Pior seria me acomodar a tristeza e me conformar em passar minha vida assim. Sou católica extremamente religiosa. Mas infelizmente ele não quis uma vida tranqüila é estável. Preferia fazer tempestade em tudo. Peço perdão a Deus mas mereço tentar ser feliz plenamente. Não vou viver de aparência e ter um amor miserável. Boa sorte!

  3. Olá meninas… peço desculpas pelo maltrato causado por cada uma de vocês mulheres!
    Tive uma relação por 4 anos com uma garota… No início foi tudo maravilhoso e perfeito!!
    Tivemos o nosso encontro e tudo mais… só que depois de um tempo de namoro nos tivemos algumas brigas e agressões verbais… e nisso decidimos dar um tempo e se passaram algumas semanas e voltamos e assim volto tudo normal. Ai se passaram mais 1 ano e meio e tivemos desinteligencia novamente ai conversamos e ficamos bem e moramos juntos e nisso ela engravidou depois de 3 anos .. ai foi uma maravilha para nós … ai compramos o enxoval e tudo mais, sonhavamos juntos , imaginávamos como seria a nossa filha ou nosso filhos.. resumindo era uma beleza .
    Ai chegou um certo tempo que ela ficou nervosa com detalhes mínimos na relação e eu ja estava muito desgastado com a relação e com algumas atitudes e acabei maltratando ela psicologicamente… resumindo tudo se passaram 4 anos da nossa relação e a neném veio ao mundo e ela decidiu separar.. volto a casa dos pais dela e fiquei muito mau com tudo isso!!!
    Hoje fazem 2 meses que separamos e falo com elas pelo whats e imploro para ela dar mais uma chance para mostrar o amor que tenho por ela e pela nossa filha!!
    Deixo de viver por ela.. eu como homen nunca na minha vida sofri por mulher alguma..sempre confiei em mim mesmo e seguia a minha vida… só que dessa vez estou sofrendo de mais!! Assumo que eu errei em ofende la com palavras mais ela me ofendia tbm…ela retrucava com as palavras!!! Olha sofremos… fiz ela sofrer como ela me fez… mais ela pegava mais leve com as palavras e eu não já ai com pedra na mão! !
    Reconheço meu erro e quero mudar… pretendo fazer tratamento psicológico para ser feliz e tentar ter ela e minha filha ao meu lado!!
    Mulheres o que devo fazer pelo amor de Deus??
    Dei muito carinho e atenção a ela!! Ela reconhece e fala pra mim isso mais ela fala que acabou a nossa relação e quando pergunto se ela me ama ela diz que sim mais o coração dela está muito machucado!! O que devo fazer??
    Quero progredir ao lado dela e ter a minha filha ao meu lado!

  4. Então querido só continue insistindo se tiver certeza de que agora será diferente não faça essa criança sofrer me separei agora pois meu filho de 1 ano chorava só de ver eu chegar perto do pai dele de tanto assistir brigas pense no pode causar na cabecinha da sua filha ou até mesmo no futuro dela pois elas geralmente escolhem um homem igual ao pai queria ver sua princesinha passando por isso na mão de um homem qualquer pense nisso se sabe que não não vai conseguir deixe elas serem Felizes com sua ausência

  5. Eu sou casada a 36 anos e de ums tempo para ca o meu filho trouxe para morar com ele ai comecou a guerra ela ja tinha um filho do 1 relaciomento dela que por sinal muito mal educado se falasse alguma coisa virava bicho .foi quando o meu marido fez a casa para eles nos fundos da minha enquanto os pedreiros fazia a casa a minha nora e marido saiam juntos passear um dia sim outro nao ,dai comentei com ele sobre isso que tanto saiam ele so faltou me bater dai ele mudou radicalmente de personalidade comigo hoje ele me maltrata com palavras e so me enxerga como uma velha como diz ele so tenho defeio nao tenho qualidades nunca me fez um elogio .ja dei um basta nisso . E tem outra eu cai no chao e bati a cabeca levei 4 pontos ele nao se preocupou de me perguntar como eu estaba . Hoje faz 2 meses que nao faco mais nada por ele nao quero mais um inimigo como marido era para ser eterno amor agora e eterno terror a minha filha vai se mudar com o marido eu vou junto ja chega de sofrer trabalhei 34 anos e que eu recebo so espero que ele nao me procure mais quero ser feliz nessa ultima etapa da vida

  6. Esse texto acho que define muito meu relacionamento vivo numa relação muito conturbada cheio de mentiras humilhações romper pode ser facil mas dificil e dar o primeiro passo ja que sou muito dependente emocional Ronaldo nezo estou agora lendo todas suas publicações sei que vai me ajudar muito gratidão

  7. Tenho 28 anos e sou casada a 4..Meu marido tem 37 anos..Do fruto desse relacionamento nasceu meu filho lindo e amado,desde o inicio a minha relação com o meu marido foi conturbado,mais muito..Mas porém pensei que eu iria conseguir mudar e realmente mudou algumas coisas,tipo: farras,mulheres…só isso..Ele já foi casado viveu 11 anos com uma mulher onde tbm teve um filho,a separação deles tbm foi muito complicada ela ñ aceitava e ele maltratava ela,saindo com outras mulheres..Mais cmg isso nunca existiu em relação a traição(até o momento(pelo que eu saiba)).Mais o que me incomoda é o ciumes,a possessividade ele ñ agia assim com a outra(as brigas deles eram devidos as farras que ele fazia) e muito pelo contrario ñ tenho ciumes dele e nem desconfiança..Sou uma mulher segura…Todas as caracteristicas que o Dr citou acontece cmg,todos. Eu ñ consigo fazer uma unha,cabelo até para comprar roupa tem que ser escondido,um alfinete que eu compre ele fala..Ganho mais do que ele,comprei um carro coloquei no nome dele eu que pago as prestações,pois ele ñ tem condições )Ele ñ é um homem de me explorar as vzs até me da dinheiro)..Mais me sufoca muito. Sou uma mulher bonita mais mesmo tempo me acho ridícula,até para ter relacionamento sexual só eu que tenho que procura-lo..Não posso ter amigos homem,tenho medo..Ele já me agrediu no outro dia eu que pedir desculpas..Eu faço tudo para ver ele feliz.(Hj ele está desempregado e banco a caso com tudo ,saio vejo o que ele está precisando compro: roupas,meias,cuecas,tudo já paguei curso..Tudo eu faço).Tudo Dr..Eu sei que me permito..Mas onde devo procurar ajuda?

  8. Tempos atrás passei por um relacionamento em que ele me massacrava me fazia sentir um lixo mas discretamente todos achavam ele um santo não imaginavamo como as palavras dele foi prejudiciais na minha vida até hoje tento esquecer e quando lembro sinto bastante dor e complexo e o pior não tinha forças para terminar.

    1. Estou num casamento á 25 anos. Temos 2 lindos rapazes ja adultos. Sou licenciada ele tb é. Sempre fui humilhada em frente aos meus filhos e em especial em frente á minha sogra. E aos amigos tb.nao aguento mais. Estou a sair desta relação porque já nao me conheço. Minha auto estima nao sei onde foi. Estou anulada. Mas vou virar este joao quero a minha alegria e felicidade. Sinto que nao faço parte da familia. Vou ser feliz faça o mesmo a vida é preciosa.

  9. Tempos atrás passei por um relacionamento em que ele me massacrava me fazia sentir um lixo mas discretamente todos achavam ele um santo não imaginavam como as palavras dele foi prejudiciais na minha vida até hoje tento esquecer e quando lembro sinto bastante dor e complexo e o pior não tinha forças para terminar.

  10. vivi um ano a um relacionamento com uma pessoa com caracteristicas bipolares, egocentricas e muito densas. Entre terminos e retornos, saí muito machucado, pois ela reclamava de tudo, e dizia que fazia as pessoas que a amavam, sofrerem. Não suportei as agressões psicológicas, adoeci e estou me tratando. Cheguei a ter surtos de esquecimento e pânico. Digam-me algo.

  11. Oi estava mum relacionamento a distancia nos viamos duas vez no mes no inicio foi tudo flores uns 2 meses era tudo de bom o paraiso e depois destes dois meses começou as agressoes verbais comecou com ele quando estavamos juntos era uma maravilha mas pelo watts uma merda sempre com desconfianca brigou varias vezes comigo pelo watts e me bloqueava passava dois meses me desbloqueava ele vinha todo arrependido dizendo q me amava q nao consegue me esquecet agor chegou num ponto q naoconfio mais nele medo sabe planejou tanta coisa pra nos mas so vejo falar acao nao tem ele diz q eu fui a mulher q mais amou na vida q nunca vai me esquecer so q eu nao sei mais o q faço foi muita falta de respeito nao entendo este amor q ele sente por mim. Quero me desligar dele mas sofro muito quero ser feliz so isso e ter paz !

  12. Realmente a leitura deste texto corrobora, com a situação que vivo, com uma pessoa, na qual esta contida em todo o artigo. Conheço-a a 42 anos, desde 1974, quando iniciei meu namoro que passou por quatro anos, e que já demonstrava, que não poderia progredir.Mas, mesmo assim acreditei na possibilidade de muda-la, coisa que não podemos fazer. Casamos em junho 1978, em 2 de julho do mesmo ano perdi uma irmã com 24anos com lupus eritematoso sistemico; aí começou minha peregrinação, as crianças estavam vindo passar as férias conosco. E de cara tive que enfrentar as dificuldades de recebe-los em minha prórpria casa,: As coisas tomaram rumos agressivos, minha esposa não aceitava a presença da crianças e de meu irmão adolescente,ela agredia constantemente, e já gravida dizia que iria abortar nosso filho. Enfim ela conseguiu espusa-los de nossa casa inclusive meu irmão, adolescente, que já havia presenciado um ato de rebeldia dela jogando a mala de roupas de minha irmã no deposito que havia na casa, porque a criança (9 anos) colocava roupas sujas no armário. Ela era uma criança humilde pobre, que não tinha costumes e havia sido criada pela irmã, enquanto viva;além do meu irmão que aida era menor e rebelde, concordo até com certas tomadas de posição. Ainda houve um fato grave nessa época ela apresentou uma amiga ao meu irmão e ela adorava meu irmão, numa tarde que ela saia da cozinha, el viu os dois se beijando, tomou de furia pediu respeito a casa dela, foi onde meu irmão a chamou de vagabunda, por ela ter atirado a mala de minha irmão no depósito; ela então reagiu pegando facas e garfos para agredir meu irmão e eu estava na hora entrei entre os dois, sem saber que atitude tomar, daí ela pergou as roupas do meu irmão atirou pela janela e o expulsou da casa. É uma historia longa mais que desejaria conta-la até os dias atuais.

  13. Eu nilza may Ferreira tive 2 casamento tds bem conturbado agora estou no terceiro esse esta pior ele me humilha da carinho não me beijar dis qe sou velha gorda e não sou nada disso. Mas passo acredita. Quando ele beber dai se arrepender depois comesa td de novo ja estou assim fas um ano qero sair desse relacionamento mas não tenho forças me ajudar pfv

  14. oi acho que não existe relacionamento perfeito …no meu primeiro casamento meu marido não me mexia para nada eu era sozinha para tudo e hoje no meu segundo casamento meu marido e super trabalhador mas esta sempre me maltratando psicologicamente eu o amo e sofro por que não estou acostumada a viver assim temos de casados apenas dois anos sexo quase não rola ele diz que precisa se sentir livre e já me disse que não quer casar no papel comigo … penso muitas vezes que ele não me ama isso dói mas estou sempre tentando entender …para fazer esse meu casamento da certo

  15. Há 18 anos atrás vivi a situação terrível de maus tratos,todos esses citados no blogue,demorei cerca de dois anos prá me dar conta da situação em que eu vivia,(se é que era vida) até hj já em outro relacionamento,fico à observar qualquer sinal que venha a pelo menos parecer com o q vivi, faço acompanhamento com pisicologo à dois anos, infelizmente aquela situação me causou sérios danos…

  16. Estou vivendo isso. Ele me inferniza e me acusa me xinga por coisas do passado, não tenho um dia de paz, ele me manda embora mas eu não consigo ir, eu mesmo não entendo porque eu não vou pois não aguento mais, estou viva mas não vivo.

  17. Tem vez q o outro te coloca pra baixo, e vc se sente inútil. Mas na mesma hora fala que te ama, aí fica difícil se separar. Isso se torna algo confuso.

  18. Me chamo Sabrina estou em um casamento do qual sofro abuso psicologico a 12 anos, já cheguei na fase de tomar medicamentos para ansiedade depressão é síndrome do pânico, quando eu tinha 23 anos fomos morar juntos logo engravidei, os primeiros dois anos foram bons apesar de sempre notar um lado agressivo verbalmente, Dps de dois anos casada eu tinha que suportar ele chamando nossa filha de retardada redicula e mandando uma criança de 3 anos para aquele lugar, vivia batendo portas isso se tornou aterrorizante me sentia muito mal , aos poucos Fu me afastando de muitas pessoas e ficando desconfiada de tudo e todos mal sabia q já era sintomas de síndrome do pânico e depressão, quando estávamos sete anos casados já era rotineiro em qualquer desentendimento ele me chamar de palavrões de baixo calão, eu já não o amava mais era totalmente infeliz o que me dava alegria era sair para o trabalho pq eram horas que eu não o via pois o mesmo trabalhava em casa, hoje me encontro numa situação de total abuso psicologico do qual ouço coisas do tipo , ninguém gosta de vc, vc não vai levar nada de bens, já fui proibida de comer e tomar banho dentro de casa nas claro q não acatei, já ouvi dele diversos pedidos de perdão e meia hora Dps ouço coisas como vc me estorquiO nesses 12 anos , ele fala isso pq sempre trabalhei muito fora e em casa mas nunca ajudei com as contas oque fazia para ajudar e arca com todas as despesas de nossa filha eu não ajudava pq ele ganha muito bem então meu salário era pra gastos pessoais meu e de nossa filha a filha que ele chama de Redicula constantemente e é uma criança linda e amorosa que eu agradeço a Deus pois ela q me sustenta a continuar a viver pq diante de tantos gritos bate portas xingamentos ameaças enfim já pensei em tirar minha vida, agora cá estou a procura de uma casa para alugar e tentar viver melhor somente com minha filha, tomada essa decisão minha vida que já era um inferno ficou ainda pior, não tomo mais antidepressivos mas sinto que precisarei fazer algo por mim como análise pois sinto muito rancor magoas por ter dedicado 12 anos da minha vida a uma pessoa que arranca a chave do carro da minha mão que diz que se eu sair do casamento vai acontecer isso isso isso, enfim é uma pessoa totalmente manipuladora que bebe todos os dias e na primeira cerveja já se altera basta uma palavra errada minha, sofro muito mais preciso ser forte tenho uma filha que precisa de mim.

  19. Estou cansado de ver todos falando de homem fazer isso fazer aquilo mas não vejo ninguém falar do que uma mulher pode fazer com um homem sou casado a 16 anos de uma 2 anos pra cá minha mulher só vêm reclamando sei que alguns erros devo ter cometido mas estou com minha depressão me atacando pois fico em casa não gasto meu salário em bares nem em outros lugareseu salário é 💯 porcento para casa e ela só reclama mas não dá um centavo do salário dela é reclama vc tá gordo vc fede tenho nojo de vc daí quando você consegue um dinheirinho e compra um perfume ela diz que me matar esse cheiro me sufoca eu lavo cozinho limpo casa mas só posso fazer algo depois das 11:00 pois ela está dormindo e não posso fazer barulho vive falando que vou morre sozinho pois ninguém vai me querer gostaria muito de uma resposta o que é ser bom marido pois faço todos os afazeres da casa pago todas as contas não aguento mais acho realmente que todos ficariam melhores se eu não existir mas tenho medo de meus pais ficarem triste comigo pelo que tenho vontade de fazer desculpem ter incomodado

    1. Ol Fábio,
      Sabe você está a ser humilhado por sua mulher, a humilhação psicológica causa traumas graves, E você gosta dessa mulher insatisfeita?
      Comece por favor a cuidar de si, pegue no seu dinheiro pague uma academia faça. Muita ginastica . Cuide se. Compre umas roupa nova, um bom corte de cabelo e comece a se divertir com alguns amigos. essa senhora deve ter alguem cuidado. Não se despreze por favor, ame se. Ser bom marido certamente você é. Agora ela não o merece. Não existe receita de bom marido ou de boa mulher, mas respeito, camaradagem, comunicacao é importante num relacionamento. E amor muito amor. Se você já não tem isso por favor saía daí. E não sofra por ter saído sinta se livre ou seja a vida de certeza reserva lhe algo melhor. Saia não se sinta culpado. Por que no dia que você sair ela vai valoriza lo. Pode ter certeza.
      Força muita força cuide de si

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s