O desinteresse sexual é uma realidade para muitos casais

Couple Lying on Chaise Longue ca. 2001

No início do relacionamento, é natural que as pessoas acreditem que estarão sempre “ardendo de desejo” pelo parceiro. Entretanto, não é preciso recorrer aos estudos científicos para saber que o desinteresse sexual é uma realidade para a maioria dos casais com vários anos de convivência. E isso não é falta de amor. Isso é ser humano. Com o tempo, é natural haver certa acomodação. Como eu já disse por aqui, o tempo parece fazer com que não exista mais novidade entre duas pessoas que se relacionam sexualmente há bastante tempo.

Embora esse seja um processo pelo qual muita gente vai passar ao longo da vida a dois, é também um dos motivos de traições, separações e muitos conflitos no relacionamento. O desinteresse sexual é sim um problema. Dos grandes. E que precisa ser enfrentado pelo casal.

Acontece que não é nada fácil pra pessoa admitir que não sente desejo pelo parceiro. As questões que envolvem a sexualidade são sempre cercadas por tabus. E de alguma maneira, para muita gente, reconhecer que não está legal no que diz respeito ao sexo parece ser o mesmo que ser “menos homem” ou “menos mulher”.

Porém, é justamente essa aceitação de que as coisas já não são como antes que permite que se encontre formas de melhorar a intimidade na cama. E, sendo muito específico, quando o assunto é sexo, qualquer cobrança inibe, coloca o outro na defensiva. É necessário apoiar, ajudar, estimular. Sim, porque uma frase como “você nem me quer mais” não tem nenhum efeito positivo; só ajuda a distanciar ainda mais o casal.

Sabe, sempre haverá espaço para encontrar novas maneiras de intimidade. Ler sobre o assunto, colocar uma roupa diferente, cuida do corpo, descobrir o que o outro gosta, provocar… Sexo é conquista. Mesmo entre duas pessoas que já se conhecem bastante. E volto a repetir, a iniciativa não deve ser apenas do homem. Quem pensa assim, é porque ainda alimenta uma visão machista. Homens querem ser surpreendidos. Gostam de se sentir desejados, inclusive através de gestos, palavras e muitos gemidos durante o ato sexual. Por isso, ambos devem investir em estratégias que possam “esquentar o clima” no relacionamento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s