Quem é sábio edifica o relacionamento

Muitos relacionamentos fracassam por infidelidade, problemas financeiros, carência de amor, agressividade verbal e até física… Entretanto, parece-me que a principal razão é a falta de sabedoria. Sim, porque quem é sábio edifica o relacionamento. Gente sábia entende a importância do diálogo, reconhece o momento certo de falar ou calar, evita a exposição pessoal e do parceiro…

Ter sabedoria, ou inteligência emocional, é a capacidade de entender e trabalhar com as próprias emoções e também com as do parceiro. Gente sábia não age por impulso, mede as consequências de suas atitudes, dá conta de controlar-se mesmo quando se sente ofendido, não age de maneira arbitrária, não aceita ser manipulado e nem manipula o outro.

Essa capacidade pode ser desenvolvida. Porém, é necessário ter disposição em aprender, compreender, aceitar, acolher.

O caminho da sabedoria é construído sobre algumas bases. Entre elas, está o desenvolvimento da maturidade. E a maturidade emocional se adquire com a idade. As experiências de vida nos ajudam a crescer. É fato que alguns se tornam maduros muito cedo. Outros, são e serão eternos adolescentes. No entanto, maturidade também se adquire. Adquire-se com a autocrítica, com a busca por se conhecer… E se adquire ouvindo e observando pessoas sábias, gente de mais idade, gente equilibrada… Embora não existe fórmula pronta, aprende-se com bons exemplos.

Essa trajetória também passa por libertar-se do egoísmo. É natural que nosso olhar para o mundo seja baseado nas nossas próprias experientes. Lemos os movimentos da vida do lugar onde estamos. Ninguém sente o que o outro sente. Ninguém vê nada com os olhos do outro. Ainda assim, é necessário procurar entender as motivações do parceiro, o que o faz pensar como pensa, agir como age… E, por vezes, abrir mão de nossos próprios interesses em favor dos interesses da pessoa amada.

Sabedoria também se revela na capacidade de controlar o que a gente pensa. Não significa que é possível expulsar por completo pensamentos ruins, negativos, pessimistas. Porém, é possível sim questionar a razão e os fundamentos desses pensamentos. Quando a gente não fica alimentando coisas ruins na cabeça, as atitudes diante da vida se tornam diferentes. E o relacionamento ganha com isso, porque quando nossa mente é tomada por sentimentos negativos, afastamos a pessoa amada, culpamos o outro, cobramos… Quase sempre de maneira injusta.

O caminho da inteligência emocional também é construído com o perdão. Ninguém dá conta de viver bem guardando mágoa, rancor. A gente tem que aprender a perdoar para libertar-se do ódio, da raiva e até da inveja. Também é fundamental saber pedir perdão. Às vezes, somos orgulhosos demais. Temos a impressão que, se pedirmos perdão, nos rebaixamos, nos tornamos inferiores. Porém, .

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s