Quatro sinais de que o relacionamento está em perigo

casaltriste

Dividir a vida com outra pessoa é sempre um grande desafio. E, por isso, fazer dar certo significa estar atento à dinâmica do próprio relacionamento. O jeito que o casal está vivendo serve como uma espécie de termômetro da qualidade do romance.

Por exemplo, quando o casal conversa pouco ou quase nada, temos um indicativo de que as coisas vão mal. É fato que as pessoas passam por momentos que não falam tanto. Às vezes, sentem necessidade de ficarem mais reclusas, quietas… Também tem aquelas que são introspectivas por natureza. Entretanto, a conversa – sobre tudo – faz parte da vida a dois. Casal que não conversa não é casal. Não tem vida mútua, não se conhece. Porém, a situação mostra-se mais grave quando o silêncio representa fuga, quando sugere que existe a vontade de evitar o outro, de se expor ao parceiro.

O casal também deve ficar atento a um outro sintoma: discutir sempre pelas mesmas coisas. É natural que alguns hábitos façam parte de nós. E não abandonemos. Não raras vezes, esses hábitos se tornam motivo de disputa entre o casal. Porém, com um pouco de boa vontade, é possível aceitar a mania do outro e viver em paz. Entretanto, existem alguns temas importantes na relação que, se retornam com frequência, apontam que o romance está em perigo.

Não é normal, quando o casal vai conversar, que haja sempre reclamações, e estas sejam as mesmas de sempre. Isso significa que não estão solucionando os conflitos de maneira que possam superá-los. Provavelmente, as discussões estão causando mais desgastes, aprofundando os problemas.

Tem dois outros sintomas que considero, talvez, os mais graves: guardar rancor ou ressentimento em relação ao outro e o distanciamento emocional.

Quando a gente guarda rancor significa que não houve perdão. Na convivência a dois, existem momentos tensos, conflitos, decepções… Mas se não perdoamos, não “passamos uma borracha” e apagamos isso da memória, dificilmente será possível manter a relação. O ressentimento representa um voltar ao passado, um sentir de novo tudo aquilo que feriu. Ninguém dá conta de viver bem revivendo coisas ruins. E isso gera raiva, irritação, ódio e até desejo de vingança.

E seja por rancor ou outros sentimentos, o casal pode distanciar-se emocionalmente. A pessoa está perto, mas o coração está longe. E quando isso acontece, rompe-se a unidade que é fundamental em todo relacionamento. A pessoa passa a olhar para si, decide por si, ignora as vontades do outro, não repara mais… O parceiro torna-se um estranho. Sabe, relacionamentos felizes são felizes porque há o desejo de compartilhar mutuamente felicidades e tristezas. Não há espaço para sentir prazer na desgraça do outro.

Enfim, estar atento a estes sinais é uma maneira de saber se o relacionamento está ou não num bom momento. Evidente que existem muitos outros indicativos de que alguma coisa vai mal. Porém, esses quatro pontos são muito comuns em casais que estão próximos da separação. Por isso, vale a dica: quando se reconhece que existe um problema, há chances de o casal cuidar do relacionamento e encontrar alternativas para renovar o romance. Atualmente, além de boas leituras disponíveis na internet, também há livros de escritores sérios disponíveis nas livrarias… Sem contar terapeutas e especialistas em relacionamento que podem ajudar o casal a encontrar saídas para a reconstrução da vida a dois.

Anúncios

Um comentário em “Quatro sinais de que o relacionamento está em perigo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s