Alguns motivos para a infidelidade

infidelidad

A infidelidade talvez seja um dos fatores mais poderosos para destruir um relacionamento. Embora nunca haja justificativa para trair alguém, pouca gente procura refletir sobre quais comportamentos podem levar o parceiro ou a parceira a se interessar por outra pessoa. Neste texto, com base num estudo realizado pelo terapeuta de casais Aaron Anderson, apresento alguns aspectos que levam à infidelidade.

Falta de romantismo. Tem gente que vive esperando que o outro seja o romântico da relação. Adora os paparicos, mas esquece de também ter atitudes que surpreendam o parceiro. Acontece que, depois de algum tempo, a pessoa se cansa de ser a única que busca agradar… E abre-se para encontrar um elogio, um carinho fora do relacionamento.

Falta de intimidade. Estou falando, neste caso, especificamente de sexo. E isso afeta homens e mulheres. É fato que, por uma construção social, os homens parecem se importar mais com o assunto. Entretanto, independente do gênero, muita gente se casa esperando ter uma vida intensa na cama. Acontece que, além das coisas não funcionarem tão bem como eles/as imaginam, tem parceiros/as que se esquecem do quanto o outro pode ser movido por sexo e deixam de cuidar da intimidade do casal. Eu sei que, especificamente no caso de muitos homens, eles nem sempre colaboram, não ajudam a criar um clima favorável… Porém, se quiserem preservar o romance, vale a pena não ignorar o quanto sexo é importante na maioria das relações.

Demonstração de amor. Não basta ter sexo… É fundamental demonstrar amor. Quem não gosta de sentir-se admirado, apreciado, respeitado? Mais que isso… Todos nós gostamos de saber que fazemos falta para o outro. É bom perceber que a pessoa amada sente saudade quando se está distante. E que se sente bem quando se está por perto.

Liberdade. Embora todo relacionamento seja uma escolha, e nessa escolha abre-se mão de uma vida de solteiro (e tudo que ela representa), é necessário ter espaço para movimentar-se, para ter vida própria. Alguns homens gostam de jogar futebol… Algumas mulheres gostam de ir ao cinema com as amigas… Quando o romance se torna uma prisão, o desejo de “pular a cerca” pode aumentar consideravelmente.

Rotina. E aqui começo com um breve esclarecimento: rotina faz bem. E todos temos nossas rotinas. É algo do humano. A rotina garante segurança. Entretanto, uma coisa é manter certas rotinas. Outra bem diferente é viver uma constante rotina, não haver espaço para pequenas surpresas, novidades… Ou seja, da mesma maneira que carecemos de rotinas, também necessitamos ser surpreendidos. Viver um dia após o outro da mesma maneira potencializa a vontade de buscar novas emoções.

Queixas constantes. As reclamações diárias da comida que ela faz, da toalha que ele esquece na cama… Essas queixas cotidianas chateiam, desgastam. Chega um momento que a pessoa fica de “saco cheio”. E aí se encontra alguém que aplaude, que admira, que parece compreensivo, o risco de traição aumenta bastante.

Idealizações. Já escrevi várias vezes sobre esse assunto. Afinal, o maior desastre que pode acontecer a um casal quase sempre tem origem na imagem distorcida que se tem do relacionamento. E pior… Quem entra num relacionamento iludido, logo se decepciona. Mais rápido ainda se ilude de novo. E por outra pessoa. Por isso, também é importante escolher bem com quem a gente vai se envolver. É mais seguro apostar numa pessoa que tenha os pés no chão.

Anúncios

2 comentários em “Alguns motivos para a infidelidade

  1. Perdoar a infidelidade ou viver sozinho?

    No inesquecível Filme brasileiro “Eu, Tu, Eles”, de Andrucha Waddington, produzido em 2000, com os atores Regina Casé, Lima Duarte, Stênio Garcia, e Luiz Carlos Vasconcelos, que teve o seu enredo baseado na história real da roceira Maria Marlene Silva, que viveu amigavelmente durante 10 anos com 03 maridos, morando todos juntos, na mesma casa…

    Fica evidente que quando o marido é velho, mais generoso, e compreensivo seria mais racional permitir que a esposa muito mais jovem e fogosa possa ter algum amante, do que mandar embora a mulher que ajuda, alegra, e enfeita a sua vida, de forma automática, e depois ter que passar o resto da vida sozinho, e vendo a sua outra metade com alguém…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s