O Brasil precisa de um jeito melhor de fazer política

A gente terminou a semana assistindo de longe as negociações políticas que vão mudar a esplanada dos ministérios. E aqui só uma observação… A gente assiste de longe mesmo. Certamente entre o que a gente fica sabendo e o que acontece de fato existe uma distância enorme.

Pois bem… A presidente Dilma, para cortar gastos, vai reduzir o número de ministérios. Porém, os dois maiores problemas que a petista tenta resolver são, primeiro, reforçar sua base de apoio no Congresso e evitar o impeachment; segundo, assegurar o apoio necessário para aprovar o pacote de medidas que visa reduzir gastos e aumentar a arredação.

Acontece que a tarefa de compor os ministérios não é fácil na estrutura política atual. Ninguém quer perder espaço. Todo mundo quer uma fatia do bolo. Uma fatia não. Várias. Se possível, o bolo inteiro. O PT é um dos que mais tem fome de poder. Mesmo desgastado politicamente, o partido quer continuar forte no governo. Acontece que o próprio líder maior da legenda, o ex-presidente Lula, já declarou: melhor perder ministérios que perder a presidência da República.

E é pensando assim que Dilma cedeu maior espaço ao PMDB nessa reforma ministerial. O partido, que nunca saiu do governo, desde a reabertura política do Brasil em 1985, vai responder por ministérios importantes. No Congresso, ⅓ dos peemedebistas tenta resistir e declara-se oposição à presidente. Isso, porém, não é problema para o PMDB. Foi assim também na época de Fernando Henrique Cardoso. A sigla estava no governo e parte dela, na oposição.

Mas o que chama mais atenção nessas negociações todas é que a gente assiste tudo isso e parece sem disposição para entender o que está em jogo. Mais que isso… A gente não parece ter vontade de compreender para mudar. Vamos ser sinceros: até quando vamos ver as negociatas políticas por poder e permanecer passivos? O modelo político brasileiro está desgastado. O dualismo PT-PSDB também não faz mais sentido.

O Brasil precisa de alternativas. O país carece de gente que tenha disposição de construir algo novo e não apenas no discurso. Se o PT não serve mais ao Brasil, também não significa que os tucanos têm a resposta que queremos. Muito menos o PMDB, que só faz jogo de cena e, na verdade, é quem nunca sai do poder.

Onde está a solução? Não sei… Não tenho um nome, não tenho um partido para propor. Mas, como cidadão, eu defendo que a gente precisa de algo melhor do que o temos tido ao longo da nossa história.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s