A importância dos espaços públicos

A sensação de insegurança, o medo de sermos assaltados ou sofrermos algum outro tipo de mal, faz com que nos fechemos para o outro. Apostamos cada vez mais em espaços privados. Condomínios, clubes, associações etc. são algumas das estratégias que criamos e utilizamos para conviver com pessoas, mas evitar os desconhecidos.

Acontece que esse tipo de atitude, embora justificada, leva-nos a conviver apenas com iguais. Ou pelo menos, com pessoas mais parecidas conosco – principalmente no que diz respeito à classe social.

Hoje, as cidades limitam os espaços usados pelas pessoas e as separam, inclusive excluindo algumas delas. 

O movimento de restringir os espaços, torná-los privativos – ainda que se justifique, como eu disse -, traz alguns problemas.

A sociedade contemporânea precisa redescobrir o valor dos espaços públicos. Notamos, hoje, que as cidades de médio e grande portes pouco investem em praças, centros de convivência, áreas públicas de lazer, parquinhos etc.

Os espaços são públicos são lugares de convivência com pessoas diferentes, de classes sociais distintas, de orientações sexuais variadas, outras religiões… Ainda que estar com estranhos possa ser um tanto assustador, esses locais permitem que a diversidade seja valorizada. As diferenças ganhem visibilidade e sejam respeitadas.

É fundamental redescobrirmos quem são os outros. Num tempo em que nos ilhamos em espaços privados e as redes sociais na internet, por meio de seus algoritmos, criam tribos virtuais, os espaços públicos urbanos podem permitir o contato e o aprendizado com o diferente, e essencialmente desenvolver em nós a capacidade de nos sensibilizarmos com as desigualdades e até mesmo com as necessidades do próximo.

Ps. A praça da Catedral, em Maringá, é um exemplo de como os espaços públicos podem ser importantes para as pessoas. 

3 comentários em “A importância dos espaços públicos

  1. Concordo plenamente. Inclusive os preconceitos e os pré-conceitos que existem cada dia mais, muitas vezes são decorrentes de pessoas que não tiveram essa socialização em lugares públicos, para interagir com diversas pessoas e culturas. Infelizmente hoje com a tecnologia, as crianças cada vez menos sabem o gostinho de pisar com os pés no chão na rua, de brincar nas praças…mas, isso ocorre também pela falta de segurança…o medo de sair também afeta nesse engajamento. São diversos fatores que os governantes teriam que melhorar para assim a sociedade se sentir mais segura e ser mais “livres”. Quem sabe um dia né? =)

    Curtir

  2. O assunto é sério e mais uma vez os nossos políticos nos limitam a vida social. Não temos segurança e consequentemente a busca pelo privado nos limita a um meio restrito de cultura, convívio pesssoal e novos entendimentos.
    Lamentável , mas a má organização socio política do nosso país só nos reprime cada vez mais.
    Por onde podemos iniciar um projeto para incensivo? Pedindo segurança?
    Vou compartilhar sua constatação para que a sociedade reflita sobre.
    Um abraço!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s