Para onde se voltam nossos olhos?

O que a gente olha é o que ocupa nossa mente. É fato que todos temos problemas. Chega ser clichê repetir isso, contudo a gente pode ver apenas as dificuldades ou pode observar além e celebrar as conquistas.

O salmista Davi numa de suas orações pediu a Deus para que não permitisse que se esquecesse de nenhuma das coisas boas que já tinha acontecido com ele.

Acho esse pensamento fantástico, pois mostra em qual direção devemos olhar. Podemos voltar nossos olhos para as feridas e nos lamentar a existência delas ou podemos olhar para elas e nos alegrar por superarmos os problemas que já nos fizeram sangrar.

Mas, mais do ter essa disposição de lembrar e nos alegrar pelas coisas positivas do passado, é fundamental focar no que importa no presente. Às vezes, nos entristecemos por uma crítica maldosa recebida e deixamos de reparar nas pessoas que gostam de nós, nos elogios recebidos, nos sorrisos conquistas. É como um atleta que, após ser aplaudido de pé por 30 mil torcedores no estádio, fica ofendido por meia dúzia que o chamou de idiota.

Entendo que frequentemente uma única coisa ruim que acontece no dia é capaz de estragar todas as outras boas coisas. Contudo, dia após dia precisamos aprender – sim, aprender, treinar a mente – a focar no que existe de positivo. Uma mente ocupada por bons pensamentos deixa-nos de bom humor, mais leves e prontos para novas conquistas, novas ideias e para fazer a diferença na vida de outras pessoas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s