Críticas à educação…

Tenho me assustado com algumas bobagens ditas pelas pessoas a respeito da educação. Inclusive reproduzidas por políticos – até candidatos à presidência da República.

Uma das grandes besteiras é sustentar que a educação brasileira é doutrinária, forma esquerdistas… Ou, como li hoje, que a educação idiotiza as pessoas (e isso num sentido político, ideológico).

Chega a ser criminoso falar isso! Demonstra claramente que as pessoas desconhecem completamente sobre o que estão falando.

Dos meus 43 anos, em 30 deles eu convivo diariamente com a sala de aula. Como aluno e professor. Por sinal, sou aluno ainda hoje – e justamente de um programa de doutorado que pesquisa a Educação.

Então acho que tenho alguma autoridade pra sustentar que quem critica a Educação, argumentando que idiotiza pessoas, é doutrinária, tem ideologia de gênero… Quem faz isso não sabe nada sobre o que acontece nas escolas, nas salas de aulas. Pior, desconhece por completo como é a formação dos professores no Brasil, quais são – e o que são – as propostas pedagógicas.

A educação brasileira tem sim graves problemas. E forma muito mal nossas crianças, adolescentes e jovens. Mas nada tem a ver com um possível viés político, ideológico. Os motivos são outros – vão desde a falta de investimentos em formação de professores, infraestrutura, passando pela ausência de apoio da sociedade, até um programa educacional equivocado, conteudista.

Por sinal, um dos maiores problemas da educação é não dialogar com a realidade dos alunos, das cidades e do país – aprende-se Gramática, mas não a ler e a escrever de verdade; aprende-se Geografia, mas não é capaz de entender os reais problemas ambientais; aprende-se Matemática, mas nada se sabe sobre gastos públicos, somos incapazes de compreender um projeto de orçamento municipal; aprende-se Física, mas a gente não entende o funcionamento elétrico do chuveiro de casa…

Sim, gente… Temos problemas, porque a escola é conteudista, porque, embora o aluno seja confrontado com a realidade cruel do nosso país, os assuntos dos livros estão distantes dessa realidade. E o professor nem tem tempo para promover um debate, uma reflexão mais ampla.

A maioria dos alunos sai da escola sem entender nada sobre o funcionamento da economia, do Estado brasileiro, sobre as contradições sociais… Desconhece a cultura, a diversidade… Isso faz com que muita gente não tenha habilidades de compreensão de um texto e muito menos seja capaz de ler o mundo em que vive.

Anúncios

Um comentário em “Críticas à educação…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s