Somos livres?

A liberdade talvez seja um dos nossos maiores valores. Mas somos livres?

Ainda ontem vi uma postagem feita por uma amiga com o seguinte questionamento: “se sou livre, por que tantas amarras?”.

Não, nós não somos livres. Nós gozamos de uma liberdade limitada. E vigiada.

Desejamos a liberdade, mas ela não é plena.

Para viver em segurança, é necessário abrir mão da liberdade.

Se queremos um trabalho, não podemos fazer tudo que desejamos. Ainda que nosso emprego seja o emprego dos sonhos, temos responsabilidades. E as responsabilidades limitam nosso ir e vir, condicionam o uso do tempo…

Se queremos uma moradia, assumimos o cuidado com esse espaço. Cuidamos da limpeza, pagamento de impostos, tarifas de serviços como água, luz, internet… Não podemos simplesmente morar. Nem mesmo fazer tudo que desejamos na casa. Afinal, existem vizinhos e impedimentos que tratam de ruídos, cuidado com o ambiente…

Se queremos o desenvolvimento pessoal, necessitamos investir anos e anos nos estudos. Isso significa ler o que não desejaríamos ler, manter uma rotina diária escolar, universitária… Nosso tempo é consumido. E se queremos fazer apenas as coisas que gostamos, somos punidos. Punidos com uma nota ruim, punidos com uma reprovação…

Porém, o condicionamento da liberdade não diz respeito apenas às formalidades da vida. Diz respeito também à convivência. Relacionamentos impõem limitações à liberdade. O convívio com outras pessoas exige o estabelecimento de regras. Isso se chama civilização.

Pra eu conviver com você, são necessários certos limites. Do contrário, eu invadiria sua individualidade. Além disso, também deixamos de viver livremente em função das expectativas alheias.

O olhar do outro é julgador, até mesmo punitivo. Se eu não entender isso, terei problemas nos relacionamentos, serei impedido de viver algumas coisas, de estar em determinados ambientes.

Esses condicionamentos da liberdade, por vezes, incomodam. Entretanto, não há outra maneira de ser gente. A nossa liberdade não é incondicional; é apenas uma utopia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s