Medo de estar errado!

Quem aí não tem medo de errar? Eu tenho!

E tenho ainda mais medo de estar errado!

Alguns de nossos erros são segredos nossos. Por vezes, nem se tornam públicos.

Porém, estar errado geralmente significa ter dado visibilidade ao erro e ter sido descoberto.

Se estou errado, significa que fiz escolhas erradas, julgamentos errados, apostei em projetos errados.

A sensação de ter seu erro descoberto é horrível!

A impressão é de o problema todo sou eu.

Quase sempre, estar errado é o mesmo que ter os dedos alheios apontados para você!

Entretanto, é este medo de estar errado que frequentemente nos paralisa e nos impede de fazer algo ousado, de experimentar coisas novas e, principalmente, de tomar a iniciativa.

O escritor Seth Godin afirma: “o segredo de se estar errado não é evitar estar errado; o segredo é estar disposto a estar errado, […] é se dar conta de que estar errado não é fatal”.

Em tempo de tantas mudanças, aceitar vez ou outra estar errado pode ser a diferença entre a estagnação/retrocesso e o desenvolvimento/sucesso pessoal.