Quando você tem um problema, consegue deitar e dormir?

Deixa eu te fazer uma pergunta: quando você está com problemas, você consegue deitar e dormir? Olha… eu confesso a você que sou daquelas pessoas que, quando estou diante de uma situação complicada, fico ansioso. Demoro demais pra dormir. Deito na cama, viro de um lado, viro de outro… É sofrido, hein? 

Então, quando leio os versos 5 e 6, do Salmo 3, preciso dizer a você que invejo a relação de confiança que Davi tinha com Deus. Preste atenção no que Davi diz: Eu me deito e durmo, e torno a acordar, porque é o Senhor que me sustém. Não me assustam os milhares que me cercam. 

Davi estava enrolado, numa situação terrível. Absalão, o próprio filho de Davi, conspirou contra o pai, mobilizou um monte de gente que era fiel ao rei. E agora Absalão e esse pessoal todo queria o pescoço de Davi, queria matá-lo, queria o trono. Davi estava cercado. E aí vem Davi e diz… “tô nem aí”. Dá pra acreditar nisso? 

Falando sério… Davi diz que deita e dorme. E faz isso porque o Senhor é que o sustém. Não importa quantas pessoas estão contra ele. Importa que o Senhor está com Ele. Que confiança, gente! Isso é estar em paz. Estar em paz não tem nada a ver com não ter problemas. O cristão fiel tem paz porque o Senhor o sustém. Não é pela falta de problemas. Não é por ter tudo que sonha, que deseja… O cristão fiel deita e dorme, em paz, porque sabe quem é seu Deus. 

Você tem essa relação com Deus? Eu tenho buscado… Ainda quero dizer como Davi:  Eu me deito e durmo, e torno a acordar, porque é o Senhor que me sustém. Não me assustam os milhares que me cercam.  Quero ter essa fé! Quero poder entregar meus problemas a Deus e ficar em paz, confiante nos cuidados dEle. 

Dormir faz bem!

Há muitos anos, brigo com meu corpo para levantar cedo. Sofro por duas razões: a primeira, tenho dificuldades para levantar antes das 8h (independente da hora que fui pra cama); a segunda, preciso de oito horas de sono para me sentir bem.

Em função da rotina de trabalho à noite, raramente consigo dormir antes da meia noite e, pelas atividades da manhã, geralmente tenho que levantar antes das 7h. Resultado? Sensação de cansaço e certa “lerdeza mental” nas primeiras horas do dia.

Mas eu não sou a única pessoa a viver essa realidade. Pesquisas apontam que, no Brasil, cerca de 52% das pessoas reclamam de cansaço; 45% dizem dormir mal.

Nos Estados Unidos, 40% da população dorme menos de 6 horas por noite. Em média, a população norte-americana, dorme 6,8 horas/noite; em 1943, a média era de 8 horas/noite.

Os efeitos não são apenas cansaço e prejuízos na produtividade no início da manhã, como é o meu caso.

Estudos confirmam que dormir mal afeta a saúde. Menos horas de sono significam menos dias de vida. Ou seja, dormir mal encurta a vida. Também ficamos mais suscetíveis às doenças, inclusive emocionais – como depressão, ansiedade e estresse.

Menos tempo dormindo resulta em mais irritação, alterações do humor. E isso afeta os relacionamentos.

Pesquisadores também notaram que dormir bem é fundamental para a criatividade e para o aprendizado. Gente que dorme bem tem a mente mais aguçada para resolver problemas, criar coisas novas e aprende com mais facilidade.

Ou seja, por mais que nossa rotina pareça nos obrigar a dormir menos, se pensarmos a longo prazo, vale a pena reorganizar a vida para ter mais tempo para descansar. Dormir faz bem!